Carlos Areia confessa «passar fome»

Em entrevista dramática, o ator revela como é viver com o «complemento solidário para idosos» e admite ser obrigado a…

23 Nov 2017 | 16:58
-A +A

A entrevista é da autoria de Daniel Oliveira e é verdadeiramente arrepiante. Carlos Areia conta no Alta definição, que será transmitida já este sábado, dia 25, como é viver com pouco mais de 342 euros por mês.

«Não fazer nada mata-me, eu tenho de inventar, fico doente…» é o início do vídeo, partilhado por Daniel Oliveira, que mostra excertos da entrevista.

O ator fez declarações inéditas onde afirma já ter passado fome e abdicado de algumas refeições por lhe faltar o dinheiro para comer.

«Vivo com 342 ou 362 euros por mês. O complemento solidário para idosos… Sorte a minha ter uma família que me apoia.»

Esta é uma realidade de muitos idosos portugueses como afirma o ator de 73 anos. Carlos Areia admite que foi abrigado a abdicar de algumas refeições e a fazê-las «mais ligeiras».

«É uma realidade. Vou esconder o quê? Estou aqui para que as pessoas saibam, me conheçam.»

Leia mais aqui

PUB
Top