Casados à Primeira Vista: DÚVIDAS, LÁGRIMAS e DISCUSSÕES na nova vida a dois!

Daniel e Daniela, Hugo e Ana e Eliana e Dave mudam-se para as novas casas onde vão viver durante algumas semanas. Nesta nova fase, surgem as tensões entre os casais.

06 Nov 2018 | 8:45
-A +A

Após a saída de Lídia e Francisco, restam agora cinco casais em Casados à Primeira Vista. Esta segunda-feira, 5 de novembro, os casais conheceram as casas que vão partilhar.

Veja mais: Sónia e João em clima de guerra!

 

Depois de ter regressado antecipadamente da lua de mel, Eliana está empenhada em construir uma vida ao lado de Dave. No entanto, o casal parece mostrar muitas reticências.

«Não vale a pena estar muito confiante porque cada dia é um dia e as relações são assim. Isto muito depressa pode dar uma grande volta. Estou confiante que podemos trabalhar na nossa relação e aprofundar o que começámos a construir», afirma Dave. 

Na nova casa, Eliana e Dave experimentam a cama de casal e, deitados, dão as mãos. O casal começa a decorar a casa nova e Dave fica incomodado por a mulher se colocar entre ele e o surf. «Isto não é uma competição», diz o instrutor de surf, que acredita que Eliana vai gostar da atividade desportiva.

 

Veja mais: Senhoria quer expulsar Eliana de casa

 

Eliana diz que não está habituada a um ritmo de vida igual ao do marido, que acorda às seis da manhã. «Apesar de legamente estarmos casados, isto demora o seu tempo e eu não tenho expectativa de ter alguém apaixonado por mim», diz Eliana que admite que «não está a ser fácil», criar uma ligação com Dave.

«Falo mais com a minha melhor amiga do que com ele», explica Eliana, admitindo que a última relação terminou porque o namorado não tinha tempo. Dave explica que Eliana está a condicionar a atual relação devido a problemas do passado. «Não me sinto responsável por resolver isso. Eu não desbloqueio corações. isso não sou eu».

 

Ana admite que está a magoar Hugo

 

Na nova casa, Hugo parece mais entusiasmado do que Ana e até fica emocionado quando vê uma fotografia do casamento. O encantamento é logo desfeito pela frieza da noiva. «Nem um abraço», queixa-se Hugo.

«É incrível como é que, em sete dias, passas de um sorriso incontrolável para estares tão pensativa», diz o camionista.

Hugo começa a acusar a pressão do afastamento de Ana. «Ela esta de coração fechado», diz Hugo. A instrutora de fitness admite que está mais distante e que esse comportamento está a magoar o marido. «Sei a postura que estou a ter, percebo que o estou a magoar mas não consigo», confessa.

Ana revela que não falaram depois da cerimónia de compromisso. «Não vou estar a ser querida e carinhosa se não é isso que estou a sentir», diz, acrescentando que compreende a mágoa do marido. «Tenho consciência, sei que o faço mas não consigo fazer de outra maneira», confessa Ana, acrescentando: «Nós não estamos em tempos iguais. Eu não gosto dele da mesma maneira que ele gosta de mim».

«Ela tem de ir ao meu encontro para eu ir ao encontro dela», afirma Hugo, dizendo que está a ser outra pessoa para agradar a Ana.

 

Nem Daniel e Daniela escapam à tensão!

 

O casal mais apaixonado de Casados à Primeira Vista também se ressente nesta nova fase. «Eu sinto que ela gosta mesmo de mim mas tenho receio porque ela, às vezes, não entende certas atitudes minhas, como eu ficar mais calado do nada. Ela é exigente e gosta de ver sempre o lado afectivo, surpreendente e eu não sei, sinceramente, se consigo fazer isso constantemente. Ainda não descobri se isso tem muito peso para ela», admite Daniel.

O casal começa a arrumar a casa com o que trouxe de casa e da lua-de-mel. Daniela trouxe o tapete de ioga, uma planta de aloé vera, uma cafeteira e uma máquina de fazer smoothies. Daniel trouxe material de kick boxing, um kit de dardos, um quadro «para deixar quadros fofinhos», diz Daniela.

«Acho que ele gosta de mim mas também sei que ele não esta loucamente apaizonado por mim», diz a instrutora de ioga.«Há um entusiasmo na mesma mas não estamos permanentemente a fazer perguntas», explica Daniela, referindo que houve um momento menos bom durante a lua de mel. «Agora sinto que a nossa cumplicidade já regressou ao que era».

Daniel concorda e diz que estão a «retomar um bom caminho». «Ela é uma pessoa espectacular, ela gosta mesmo de mim mas há ali algo que está a faltar para dizer que é mesmo a mulher da minha vida», diz Daniel.

PUB
Top