Caso da Murtosa: Conhecido resultado ao sangue encontrado na carrinha de Fernando Valente

Já é conhecido o resultado às análises feitas ao sangue encontrado na carrinha de Fernando Valente, o principal suspeito do desaparecimento da grávida da Murtosa.

27 Dez 2023 | 9:32
-A +A

Já é conhecido o resultado ao sangue encontrado num tapete que estava no interior de uma carrinha de Fernando Valente, que é considerado o principal suspeito do desaparecimento de Mónica Silva, a grávida da Murtosa que não é vista desde a noite de 3 de outubro.

Leia ainda: Natal da família de Mónica Silva pautado por indignação e revolta

Mafalda Castro está grávida

De acordo com informações avançadas pelo Jornal de Notícias, o sangue encontrado no tapete não é de Mónica Silva. Aliás, as análises revelam que não se trata de sangue humano. Este é um dado importante nas buscas pelo corpo de Mónica Silva, mas não será determinante para a condenação ou absolvição de Fernando Valente. Como tem sido salientado, existem diversos casos em Portugal em que existiu condenação sem cadáver.

Família de Mónica Silva com duas teorias

Fernando Valente mantém-se na casa de Gaia em prisão domiciliária com recurso a pulseira eletrónica. Por sua vez, a família de Mónica Silva pede às autoridades para que investiguem duas teorias. Uma relacionada com a possibilidade de o corpo ter sido queimado numa antiga fábrica de cal. A outra aponta para que o corpo possa estar enterrado num terreno que é propriedade da família Valente. Até ao momento, as buscas nunca deram qualquer resultado.

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Shutterstock e DR
PUB