“Caso é muito delicado”: Daniel Oliveira preocupado com estado “grave” de Rogério Samora

Daniel Oliveira falou sobre o estado de saúde de Rogério Samora e explicou como lidou com a tragédia. O responsável da SIC justificou ainda a escolha do substituto do ator em “Amor Amor”.

09 Ago 2021 | 21:02
-A +A

A SIC, nomeadamente na pessoa de Daniel Oliveira, tem sido parca em palavras no que ao internamento de Rogério Samora diz respeito. O Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa quebrou, no entanto, esse silêncio ao falar com os jornalistas à margem da apresentação à imprensa de Lourenço Ortigão como o novo rosto da estação.

Questionado sobre os rumores da morte de Rogério Samora que começaram a circular no decorrer deste domingo, prontamente desmentidos pelo primo do ator, Daniel Oliveira disse que “o caso é muito delicado” e lembrou que “há canais próprios que têm feito chegar as informações oficiais” relativas ao estado de saúde do galã das novelas da SIC. “Estamos em contacto com o familiar que tem esse contacto direto”, referiu.

Ressalvando que “já não é a primeira vez que surgem” rumores da morte do ator, o responsável da estação de Paço de Arcos foi conciso nas declarações acerca da evolução da situação clínica de Rogério Samora. “A informação que temos à data de hoje é que a situação se mantém inalterada em relação àquilo que existe há vários dias. Temos a informação de que é [um caso] muito delicado, que inspira cuidados e que é grave. Não há nenhuma alteração dessa condição”, avançou.

 

Daniel Oliveira mantém cenas de Rogério Samora em “Amor Amor”

 

Rogério Samora está internado no Hospital Amadora-Sintra, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória sofrida nas gravações de “Amor Amor”, a 20 de julho. O ator já estava a gravar a segunda temporada da novela da SIC, mas a sua hospitalização obrigou a mudanças na história.

“O Rogério tem muitas cenas ainda gravada desta segunda temporada de ‘Amor Amor’, que vão entrar”, confirmou Daniel Oliveira. A trama teve de sofrer alterações, mas o ator ainda poderá ser visto, portanto, até determinada altura da ação. Mais tarde, tal como avançou a NOVA GENTE, entrará um primo da sua personagem, um papel que será interpretado por Miguel Guilherme.

A escolha de Daniel Oliveira baseou-se “no perfil da personagem e da faixa etária” da mesma. “Do ponto de vista do talento, queríamos ter alguém que suprisse a ausência do Rogério e o Miguel Guilherme é um ator muito consagrado. Foi esse o critério. Deu-se a condição de o Miguel estar disponível para este período de gravação relativamente curto e, portanto, optámos por ele”, explicou, revelando que o ator já está a trabalhar para o desafio que lhe foi lançado.

 

Daniel Oliveira explica procedimento adotado

 

Em conversa com a imprensa, o Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa revelou ainda a forma racional como é obrigado a lidar com um assunto tão delicado como este. Mas, “primeiro de tudo”, o responsável tenta, em situações como estas, aliviar “a preocupação com o estado de saúde da pessoa em questão”.

“Depois, tentamos perceber quais são as possibilidades que temos de a pessoa reintegrar o projeto ou não – e acreditamos que isso não é possível de acontecer”, assumiu Daniel Oliveira. E prosseguiu: “Portanto, temos de tomar decisões que têm que ver com perceber que cenas é que estão gravadas, até que episódio é que estão gravadas…”

Nesse momento, é preciso “ser feito o levantamento de tudo aquilo que está gravado, de tudo o que está no texto que é passível de ser ainda aproveitado e outras partes que têm de ser substituídas”. Neste caso concreto, a Direção de Programas da SIC tomou “a decisão de perturbar o menos possível a história, tanto quanto isso pode acontecer”, introduzindo “uma personagem que tem uma ligação à personagem” interpretada por Rogério Samora, o que “permite que a história não saia muito” daquilo que fora delineado.

 

Daniel Oliveira: “O Rogério Samora é um homem singular”

 

Esta foi a segunda vez que Daniel Oliveira falou sobre o internamento de Rogério Samora. A primeira aconteceu a 24 de julho, quatro dias depois de a tragédia ter-se abatido sobre os bastidores de “Amor Amor”.

“O Rogério é um homem singular. Esta nossa conversa, das muitas que tivemos depois, em especial nos últimos três anos, é um bom retrato da forma como o Rogério está sempre de corpo e alma em tudo”, escreveu, nas redes sociais, como legenda de uma imagem captada na ida do ator ao programa “Alta Definição”, de que o Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa é autor e apresentador.

Sobre o ator, disse ainda: “Não é nem nunca me pareceu que ambicionasse ser consensual. Mas sabemos sempre com o que dele contar. E isso é muito. Contamos contigo, Rogério!”

 

 

Texto: Ana Lúcia Sousa e Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB