Catarina Furtado distinguida na gala Quinas de Ouro: «Estou feliz e comovida»

Catarina Furtado recebeu o prémio Presidente FPF na gala Quinas de Ouro e pelas mãos de Cristiano Ronaldo. A apresentadora considera que a sua equipa «fez um golaço».

03 Set 2019 | 14:10
-A +A

A emoção tomou conta de Catarina Furtado quando, esta segunda-feira, dia 2 de setembro, subiu ao palco do Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa, na gala Quinas de Ouro, para receber o prémio Presidente FPF das mãos de Cristiano Ronaldo. Também o jogador português foi galardoado com o prémio de Melhor Jogador do Ano.

A apresentadora da RTP mostrou-se «verdadeiramente feliz e comovida» com a distinção, agradecendo, em primeiro lugar, a Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e também à própria organização.

Na sua página do Instagram, Catarina Furtado falou do prémio e ainda do trabalho solidário que tem desenvolvido e que faz parte do seu lema de vida. «Enquanto Embaixadora de Boa Vontade do Unfpa [Fundo de População das Nações Unidas] tenho visto o mundo cru e cruel mas é possível com vontade política e individual trabalhar para que ninguém seja esquecido ou deixado pata trás. Há sete anos decidi criar a Associação Corações com Coroa [CCC] e desde aí, com a melhor equipa do mundo, temos dado esperança e paz a centenas de raparigas e mulheres», começou por dizer.

 

«Sinto que a minha equipa marcou um golaço»

 

A apresentadora da RTP explicou ainda: «Através do apoio bio psicossocial diário e gratuito, através de bolsas de estudo, e pelo facto de não desistirmos de cada uma dessas jovens e mulheres, elas renascem e mostram como podem ser fortes», adiantou.

Em palco e nas redes sociais, mencionou um dos exemplos, o de Jéssica Silva, que recebeu o troféu de jogadora do ano. «Ao ver a minha Jéssica Silva, que nos apareceu há 7 anos na CCC a precisar de apoio, receber o prémio de melhor jogadora, eu ganhei o maior troféu de sempre!», fez saber.

Nas suas últimas palavras, Catarina Furtado voltou aos agradecimentos. «Agradeço muito este prémio que representa o reconhecimento de que, só podemos construir um mundo melhor, se promovermos uma efetiva igualdade de género e o futebol pode fazer milagres na construção de um mundo mais justo e igualitário! Obrigada do fundo do coração, sinto que hoje a minha equipa marcou um golaço!».

 

Veja ainda:
Catarina Furtado completa 47 anos em direto e emociona-se com mensagem especial
Catarina Furtado encontra menino refugiado que foi capa da revista Time!

 

Texto: Rita Montenegro | Fotos: Nuno Moreira e reprodução redes sociais

PUB