Cavaleiro João Moura detido por alegados maus tratos a animais

O cavaleiro João Moura foi detido esta quarta-feira, 19 de fevereiro, por alegados maus tratos a animais de companhia.

19 Fev 2020 | 18:31
João Moura
-A +A

O cavaleiro João Moura, de 59 anos, foi detido esta quarta-feira, dia 19, na sua herdade, em Monforte, por alegado crime de maus tratos a animais de companhia, avança a Rádio Elvas.

A detenção vem no seguimento de uma investigação levada a cabo pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da Guarda Nacional Republicana (GNR). O cavaleiro João Moura já esteve esta tarde em tribunal para o primeiro interrogatório.

O crime de maus tratos a animais de companhia é punido, de acordo com o Código Penal, com pena de prisão até um ano ou pena de multa até 120 dias. Caso os maus tratos provoquem «a morte do animal, a privação de importante órgão ou membro ou a afetação grave e permanente da sua capacidade de locomoção», a pena sobe para prisão até dois anos ou pena de multa até 240 dias.

 

 

Texto: Marta Amorim | Fotos: Arquivo Impala

 

 

 

PUB
Top