Cláudio Ramos critica mãe de Sónia por atacar Noélia: «Isto não é uma arena»

No final da gala deste domingo, o apresentador falou sobre a desistência da vendedora e apontou o dedo aos familiares que tentam interferir no jogo: «É absurdo e desnecessário».

29 Jun 2020 | 12:10
-A +A

A gala do Big Brother deste domingo, 28 de junho, foi repleta de emoções e nem Cláudio Ramos ficou indiferente ao que se passou. No final do programa, como já é habitual, o apresentador comentou os últimos acontecimentos e mostrou a sua desilusão com a desistência de Sónia: «Não devia ter saído. Foi um erro».

Cláudio Ramos acredita que a vendedora ambulante se vai arrepender da decisão que tomou e falou ainda do comportamento da mãe da concorrente, Esperança, e dos ‘ataques’ a Noélia: «Ela tem o direito de defender a filha, mas não está nunca no direito de ofender um concorrente. Como apresentador, não vou permitir isso nunca. Dentro do cenário sou eu que mando. Isto é um programa de televisão, não é uma arena».

«Acho uma ingratidão as pessoas desistirem. Concorreram mais de 17 mil pessoas, foi uma seleção dura, achamos que são as melhores e, de repente, desistem. Isto é um jogo de pressão, é um Big Brother, e fico lixado», diz, salientando: «Isto não é a pressão do jogo. São as influências! Os aviões, os gritos, o namoro, uns acham que vão ser expulsos e querem sair antes para não passarem pela humilhação, outros que achavam que iam ganhar e não vão… O jogo muda de dia para dia e eles não lidam bem com isso».

O apresentador também critica o facto de alguns familiares tentarem interferir no jogo, tanto com gritos do exterior – como já aconteceu com Jorge, marido de Teresa, ou Vítor, noivo de Sónia – como com aviões. «Acho péssimo, porque ninguém tem o direito de interferir no jogo. Acho até um ato de egoísmo. É a mesma coisa que ter o Cristiano Ronaldo a jogar e as irmãs estarem na bancada a dizer ‘vai mais para a esquerda ou mais para a direita’. É absurdo e desnecessário», afirma, acrescentando até que as mensagens que passam nos aviões podem não ser verdadeiras: «Eu posso mandar um avião a dizer ‘Guerreiro, sai’ e assino ‘mãe’. O Daniel Guerreiro sai porque pensa que a mãe o mandou sair. Para ele, é um dado adquirido».

A expulsão de Monteiro e o casal Diogo e Ana

Quanto às críticas de que tem sido alvo, devido aos comentários que faz, Cláudio defende-se. Primeiro, diz que não pode dizer tudo o que pensa para não influenciar os concorrentes, No entanto, afirma: «Eu sou um apresentador que não é um apresentador papagaio. Vou exprimir sempre as minhas opiniões e dizer sempre aquilo que eu penso. Eu trabalho com o coração. Acho que foi por isso que me contrataram. Vou sempre fazê-lo, não vou ligar às criticas. O Cláudio é este apresentador, está cá. Quando não quiserem este, vão buscar outro».

Sobre a expulsão de Daniel Monteiro, Cláudio acredita que «ele se perdeu no jogo». E explica: «Primeiro, mostrou-se uma voz ativa no jogo, mas perdeu-se porque se apaixonou. Acho que as pessoas querem ver a Iury. Expulsou-se o Monteiro para que a Iury volte a aparecer».

Para o apresentador, o casal em que mais aposta é mesmo Diogo e Ana Catharina: «O Pedro e a Jéssica foi uma atração sexual. A Iury e o Daniel não se percebe bem. A Soraia e o Guerreiro, aquilo não é nada. Entre a Ana Catharina e o Diogo houve tempo de ir crescendo qualquer coisa. Ela tem maturidade, é uma pessoa viajada, tem mundo, e ele também».

Cláudio Ramos já sente nostalgia a pensar no fim

Cláudio só não concorda com a forma como a concorrente brasileira tem defendido a sua causa: «[O facto de se recusar a nomear mulheres] Não é uma boa forma de defender a igualdade. Igualdade é direitos iguais para todos».

A quatro semanas do final desta edição do Big Brother, Cláudio Ramos confessa já sentir «alguma nostalgia» e não põe de parte a ideia de visitar os concorrentes dentro da casa. «Gostava, mas dormir lá não. Acordo sempre muito mal disposto», diz, divertido.

 

Saiba mais:
Big Brother: Daniel Guerreiro, Soraia, Noélia e Jéssica estão nomeadas
Daniel Monteiro é expulso do Big Brother 2020 com 38% dos votos
Sónia abandona Big Brother 2020 após polémicas

 

Texto: Ivan Silva com Patrícia Correia Branco; Fotos: Divulgação TVI

PUB
Top