Cláudio Ramos faz nova tatuagem com «palavra dói no peito devagar»

Cláudio Ramos tatuou-se e partilhou um texto emotivo com os seguidores do blogue. O apresentador explica detalhadamente o significado da palavra.

14 Ago 2018 | 14:42
-A +A

Cláudio Ramos tatuou no antebraço a palavra «saudade» e partilhou no blogue o significado especial que esta mensagem tem.

«Tenho saudades de pessoas, de lugares de cheiros, de livros, de pratos, de roupas, de caminhos, de canções…. Na verdade, não sei se é exactamente disso que sinto saudades, se daquilo que sentia em determinado momento quando registei isto de que vos falo. Sou assim e pronto. Complicado, difícil de entender e uma das coisas que mais me atrapalha nas pessoas é perceber que elas não têm a palavra ‘saudade’ no seu vocabulário. »,escreveu o apresentador e continuou a explicar a importância deste sentimento.

Leia mais: Drama: Cláudio Ramos entala pénis no fecho das calças e conta tudo em direto

 

«Esta palavra, que só existe em Portugal, que não tem tradução e não se explica para lá do sentir é das mais bonitas que conheço. Há um poema de Ary Dos Santos, que Simone de Oliveira imortalizou, chamado ‘Sete letras’ e que descreve, como seguramente ninguém o conseguiu fazer até hoje, a palavra Saudade. Existem outras maneiras, outros sentires. Saudade, da mesma forma que não se traduz, não se explica… Pode ser só um nó na garganta ou um sereno estado de alma. Sempre as tive coladas à alma,  agora tenho-a gravada na pele», terminou Cláudio.

Apresentador partilha histórias com a filha

 

Já foram vários os textos que o apresentador escreveu no blogue relacionados com este sentimento que lhe é tão familiar. Num deles, Cláudio escreveu sobre as férias que passou com a filha Leonor e a forma como a menina lhe explicou que queria voltar para casa porque tinha saudades da mãe. « A Leonor sempre foi muito crescida e sempre falámos de tudo. No quinto dia ao pequeno-almoço na pastelaria do costume perguntei-lhe o que se passava, se não estava a gostar. E ela, com o ar inocente de uma menina de sete anos diz-me : ‘Não tenho nada, estou a gostar, mas dói-me um pouco a garganta. Mas não é dor de doente..!» e acrescentou:

«Não fomos à praia, preferiu ficar em casa na piscina… E de repente diz-me Acho que tenho saudades da mãe!‘. Ups! Tinha sido a primeira vez que a Leonor estava longe da mãe tantos dias.»

Veja mais:Cláudio Ramos volta a ARRASAR com Kelly Bailey: «Ela é muito infantil»
Fotos: Arquivo Impala e Redes Sociais

 

PUB
Top