CMTV dispensa André Ventura: «Foram ultrapassadas algumas linhas vermelhas»

O líder do Chega deixa de fazer comentários na CMTV e de assinar uma crónica para o jornal deste canal. «As suas posições colocavam em causa direitos previstos na Constituição», diz o diretor-geral.

19 Mai 2020 | 20:35
-A +A

André Ventura já não é comentador da CMTV e do Correio da Manhã. O deputado único do Chega foi dispensado pelo grupo Cofina «há alguns dias», segundo a Visão, que lembra que, já esta segunda-feira, o político não surgiu no programa Pé em Riste, no qual defendia as cores do Benfica. O seu lugar foi ocupado por Jaime Antunes num painel composto ainda por Aníbal Pinto (adepto do FC Porto) e Jaime Mourão Ferreira (sportinguista ferrenho).

Octávio Ribeiro confirmou, entretanto, o fim da ligação entre André Ventura e o grupo Cofina, de que é diretor-geral editorial. «Foi uma decisão editorial», justificou o responsável, em declarações ao Expresso, acrescentando: «Acho que enquanto comentador fez a sua parte e foi sempre muito fiel ao projeto. Mas considero que recentemente foram ultrapassadas algumas linhas vermelhas e também já era altura de repensar os painéis».

«Não se trata de censura, mas chegou uma altura em que considerámos que as suas posições colocavam em causa direitos previstos na Constituição, como o direito à vida e a igualdade dos cidadãos perante a lei», referiu ainda. Ainda que Octávio Ribeiro não tenha querido enumerar qualquer uma dessas situações, o semanário escreve que o gatilho para a decisão de dispensar André Ventura foi a polémica que este protagonizou com o futebolista Ricardo Quaresma. Uma contenda que nasceu depois de o político ter manifestado a intenção de apresentar, na Assembleia da República, uma proposta de «plano de confinamento específico para a comunidade cigana que não aceita, maioritariamente, as regras sanitárias e de autoridade pública para a generalidade dos cidadãos».

Segundo Octávio Ribeiro, André Ventura reagiu de forma «muito civilizada» à notícia de que iria ser dispensado dos comentário desportivos na CMTV. A crónica que assinava para o jornal do mesmo grupo também foi extinta. «Não faço comentários. Estamos e estaremos sempre bem. Fico grato a uma casa e a um projeto onde fui muito feliz», garantiu o líder do Chega à Visão.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: D.R.

 

ATENÇÃO!

Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

Eis os passos a seguir:
  1. aceda a www.lojadasrevistas.pt
  2. escolha a sua revista
  3. clique em COMPRAR ou ASSINAR
  4. clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA
  5. introduza os seus dados e escolha o método de pagamento
  6. pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

PUB