CMTV estreia novela: «Muitas pessoas vão deixar de ver A CONCORRÊNCIA»

Alguém Perdeu é o nome da primeira novela original da CMTV, que estreia no dia 18 de março. Francisco Penim, diretor de programas do canal, revela, em exclusivo, todos os pormenores.

27 Fev 2019 | 12:10
-A +A

A nova novela da CMTV foi apresentada oficialmente esta terça-feira, dia 26 de feverereiro, e a fasquia está elevada. António Pedro Cerdeira e Anabela Teixeira são os protagonistas do elenco escolhido para a nova aposta da CMTV para 2019, com a novela Alguém Perdeu, com autoria de António Barreira. 

Francisco Penim mostra-se confiante com a nova aposta do canal. «É primeira novela original. A diferença toda na palavra original é exactamente essa, porque podíamos ter facilitado muito a história…mas não!». Pedro adianta que o enredo tem tudo a ver com o ADN do grupo.

Sobre a história, o rosto da CMTV revela que gira em torno de uma família muito rica que vive em Cascais e que tem um neto, que vai morrer no primeiro episódio. «Depois do neto morrer, a mãe da criança começa a culpar a avó pela tragédia e é aí que começa toda a história», adianta.

«Nunca uma novela foi tão real e tão próxima das pessoas»

 

«Era muito importante para nós que os leitores do Correio da Manhã e que os telespectadores da CMTV reconhecessem algo de verdadeiro nesta história. Estamos a dizer que é a novela da vida real. Nunca uma novela foi tão real e tão próxima das pessoas», afirma.

As narrativas são «muito inspiradas em notícias», «incomuns», «diferentes» e «muito próximas». Segundo o diretor, o principal objetivo é conseguir despertar o interesse em novos públicos, que geralmente estão apenas no papel, fazendo com que comecem a consumir este tipo de conteúdos.

«As pessoas que vão ler e ver sobre ela vão provavelmente reconhecer: ‘espera lá, isto no outro dia não estava nas notícias?’. Provavelmente estava! Tecnicamente, queremos que a parte técnica ajude nessa proximidade».

«A nossa ambição é completamente desmesurada»

 

Penim não tem dúvidas quanto à ambição da CMTV: produzir mais conteúdos diversificados e desmarcar-se de um canal meramente informativo, assumindo a liderança da televisão generalista.

«A nossa ambição é completamente desmesurada, no bom sentido. Queremos atingir a liderança da televisão em Portugal, não é a liderança do cabo, isso já temos há muito tempo. Queremos muito mais do que já temos».

Veja também: Jornalista da CMTV vive MOMENTOS DE PÂNICO em Paris!

O diretor assume que, ao início, o mercado possa pensar que estão a ser ambiciosos de mais, mas isso não os vai afastar do foco principal: ser um canal generalista.

«Estou convicto de que há muitas pessoas que vão deixar de ver as novelas da concorrência»

 

Penim está preparado para enfrentar a concorrência e acredita na qualidade do novo conteúdo da CMTV. « Eu, que conheço a novela, estou convicto de que há muitas pessoas que vão deixar de ver as novelas da concorrência».

«O nosso futuro é ter cada vez mais audiências. Passava pelo nosso futuro ter esta novela. Se calhar chegou mais cedo do que nos nossos próprios sonhos. Foi possível investir, arriscar. Há receio de não ter tanto sucesso como nós queremos e achamos que vamos ter, mas sabemos que o sucesso vem aí», acrescenta.

 

Segunda novela a caminho

 

Para isso, Penim salienta os «profissionais que foram escolhidos», os «atores que foram reunidos», «o autor que foi seduzido» e a «parceria com a SP Televisão». «Vamos chegar onde temos de chegar, que é à liderança!».

E a aposta na ficção não fica por aqui: «já temos o contrato assinado para uma segunda novela», revela. «Não vamos fazer a segunda ao mesmo tempo que a primeira, para já vamos acabar a segunda e depois, quando esta sair do ar, a outra vai começar no dia a seguir». 

Texto: Redação WIN Conteúdos Digitais/ Fotos: Tito Calado

PUB
Top