CNN Portugal arranca na liderança. E com Judite Sousa como rainha das audiências

O arranque da CNN Portugal captou a atenção dos telespectadores e, no Cabo, só perdeu para a CMTV, registada com um canal generalista. Judite Sousa foi o rosto do programa mais visto do dia.

23 Nov 2021 | 17:20
-A +A

A CNN Portugal arrancou as suas emissões na liderança. Entre as 21h00 e as 02h30 (a medição das audiências, da responsabilidade da GfK/CAEM, fecha nesta hora), o novo canal de informação português registou 3,9% de quota de mercado. À sua frente, neste mesmo período e somente no Cabo, ficou apenas a CMTV, registada na ERC como um canal generalista, com 4,7% de share.

Durante o período que coincidiu com as primeiras horas de emissão da CNN Portugal, os seus concorrentes diretos ficaram, assim, para trás. A SIC Notícias registou 1,8% de quota de mercado, enquanto a RTP3 se ficou pelo 1% de share.

Judite Sousa foi rainha entre os canais Pay TV. O “Jornal da CNN”, noticiário de autor conduzido alternadamente pela jornalista e Júlio Magalhães, foi o programa mais visto do Cabo, tendo alcançado uma audiência média de 327 mil e 100 espectadores e 6,5% de quota de mercado. O primeiro programa da história da CNN Portugal contou com uma entrevista exclusiva ao ex-banqueiro João Rendeiro.

“CNN Prime Time”, com Ana Sofia Cardoso, começou a perder para a CMTV e, já no fim da emissão, para a SIC Notícias. Fechou com 117 mil e 200 espectadores fidelizados e 3,2% de share. Já “CNN Meia Noite”, conduzido por Cláudio Carvalho, perdeu mesmo em média para “Jornal da Meia-Noite”, da SIC Notícias. Mas com os dois muito perto um do outro – e também da RTP3, enquanto a CMTV seguia destacada.

Com a CNN Portugal no ar, chegou ao fim o trajeto da TVI24. Este último foi o terceiro canal noticioso a ser lançado no nosso país, depois da SIC Notícias e a RTP3 (na altura, NTV), ambas em 2001. A TVI24 arrancou as suas emissões em 26 de fevereiro de 2009. Fecha o pano, assim, ao fim de quase 13 anos.

A criação da CNN Portugal resulta de uma parceira entre o grupo Media Capital, que detém a TVI, Plural Entertainment, Rádio Comercial e Cidade FM, entre outros meios, e a CNN International Commercial (CNNIC). O canal é liderado por Nuno Santos e tem Frederico Roque de Pinho e Pedro Santos Guerreiro como diretores executivos. O primeiro fica responsável pela operação do canal de televisão e o segundo pelo meio digital.

No universo dos canais generalistas, não se registaram mudanças nesta segunda-feira. A SIC foi líder de audiências, com 20,3% de quota de mercado, seguida da TVI, com 17,2%, da RTP1, com 11,9%, e da RTP2, com uns inexpressivos 0,7% de share.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Divulgação CNN Portugal

PUB