Colaborador da RTP morre atropelado na A2 por condutor que fugiu do local

Colaborador da RTP morre atropelado na A2. Condutor, sem documentos, fugiu do local.

14 Out 2023 | 8:34
-A +A

Um técnico informático, de apenas 32 anos, colaborador da RTP, é a vítima mortal do grave acidente que aconteceu na sexta-feira (13) na Autoestrada do Sul (A2). Trata-se de Rui Sá Marques, que foi atropelado por um condutor que se colocou em fuga do local.

Leia ainda: Catarina Furtado ao ataque diz que Maria Vieira tem sempre “algo muito burro a dizer”

Tudo aconteceu por volta da uma da madrugada. Foi a essa hora que um condutor perdeu o controlo da viatura, acabando por se despistar, na sequência de um acidente que envolveu três viaturas. O carro ficou imobilizado na faixa do meio e o aparato fez com que diversos condutores parassem as suas viaturas para prestar auxílio. Este foi o caso de Rui Sá Marques. Já fora da viatura, o técnico informático foi colhido por um condutor que se colocou em fuga a pé do local. Escreve o Correio da Manhã que se trata de um homem estrangeiro sem documentos. Que abandonou a viatura e fugiu do local do atropelamento mortal.

“Estamos todos de luto”

Nas redes sociais, a jornalista Rita Marrafa de Carvalho prestou homenagem à vítima. “Foi o plano final de hoje do Telejornal da RTP1 [Imagem que ilustra este artigo]. Perdemos esta madrugada o Rui. Colega incansável, de humor refinado, sempre atento. Saiu do carro, na A2, após um choque com 3 carros. Foi atropelado por um condutor que se colocou em fuga. Estamos todos de luto”, escreveu na X, antigo Twitter.

Texto: Bruno Seruca
Fotos: Impala, reprodução Instagram e DR
PUB