Colegas de Ronaldo proibidos de falar sobre alegada violação a americana

Jogadora de futebol feminino revela que todos os atletas do clube italiano são obrigados a ficar em silêncio sobre a queixa apresentada pela americana Kathryn Mayorga contra Cristiano Ronaldo

22 Jul 2019 | 16:30
-A +A

A alegada violação de Cristiano Ronaldo a Kathryn Mayorga é assunto tabu na Juventus. Uma antiga atleta do clube italiano vem agora revelar que todos aqueles que envergam a camisola da Juventus estão impedidos de falar no escândalo.

«Estávamos proibidos de falar sobre o caso, tínhamos de ficar em silêncio e respeitar os valores do clube. Por vezes, tinha a sensação de estar numa prisão, não podia fazer tudo o que queria. Foi difícil», conta a sueca Petronella Ekroth, que deixou, há cerca de um ano, a Juventus para alinhar pelo Dujargardens, da sua terra natal.

Em entrevista ao tablóide sueco Expressen, a jogadora, de 29 anos, adianta: «Aconteciam coisas estranhas. As mulheres estrangeiras não têm o mesmo tratamento que as italianas. Por vezes parecia que estava nos apanhados… mas acabei por habituar-me».

 

Juventus afasta CR7 dos EUA e muda estágio de pré-época

 

Esta regra de silêncio sobre o caso da alegada violação vem juntar.-se a outras, tomadas pela Juventus, para proteger Cristiano Ronaldo. O clube de Turim decidiu mudar o seu estágio de pré-época, que acontecia habitualmente nos EUA, para evitar que o craque português pisasse solo americano e, desta forma, fosse obrigado a testemunhar no caso Mayorga. Durante meses, os advogados da jovem norte-americana não conseguiram notificar CR7, em Itália, e chegaram a acusar publicamente o clube de proteger o jogador.

Em 2009, Kathryn Mayorga apresentou uma queixa cível contra Cristiano Ronaldo, acusando o jogador de violação, horas depois de os dois se terem conhecido em Las Vegas. No entanto, a norte-americana terá recebido 300 mil euros para não avançar com a queixa, como adiantou na altura a revista alemã Der Spiegel. Nove anos depois, a mesma publicação revelou que Mayorga avançou com a mesma queixa, estando agora o processo entregue ao Tribunal Federal.

 

Saiba mais;

 

Kathryn Mayorga: Conheça a americana que acusa Cristiano Ronaldo de violação!.
Queixa de violação contra Cristiano Ronaldo apresentada no Tribunal Federal dos EUA!

 

Texto: Rita Montenegro | Fotos: Reuters

PUB
Top