Conan Osíris estreia-se a solo no Coliseu: «Sinto-me expectante, mas não muito»

Autêntico fenómeno de popularidade, o autor de Telemóveis, tema que levou ao festival da Eurovisão, atua esta quinta-feira, 12, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. A não perder!

12 Dez 2019 | 8:40
-A +A

O seu nome de batismo é Tiago Miranda, mas é como Conan Osiris que é conhecido. Conta com três álbuns editados, dos quais foram extraídos Adoro Bolos e Borrego, que se tornaram virais. Vencedor da 53.ª edição do Festival da Canção, com o tema Telemóveis, o músico revela à TV 7 Dias o seu sentimento sobre o espetáculo no Coliseu dos Recreios.

 

TV 7 Dias – Depois do Festival da Canção não tem parado.

Conan Osiris – Muitos concertos nacionais e internacionais, muitas viagens e muitos eventos.

O Festival ajudou a lançar a sua carreira?

Ajudou muito, principalmente a nível internacional. Quero dar atenção aos nossos e também a outros.

Está para breve a edição de algum tema?

Estou a compor. Mas não sei quando irei lançar. Tenho cantado a minha discografia toda. O que estou a preparar vem no seguimento do meu trabalho e vai ser a evolução natural.

A 12 de dezembro sobe ao palco do Coliseu dos Recreios. Que surpresas nos reserva?

Vai ser amazing! Comprem bilhete! Vai ser um espetáculo a 360º, com visibilidade total sobre o palco. Vamos ter várias surpresas. Vai ser um espetáculo único, com convidados, muita música, dança e muita luz.

O que significa para si atuar nesta mítica sala?

É uma casa diferente. Sinto-me expectante, mas não muito. Vou andando conforme o vento, porque há coisas que, por muito que preparemos, chega a altura e não é aquilo. Mas não estou ansioso.

Quem vai convidar para o concerto?

Quero ter qualquer colega que adoro!

 

Texto: Telma Santos; Fotografias: Arquivo Impala

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1708 da TV 7 Dias)

PUB
Top