Big Brother: Conheça os concorrentes e os infiltrados da revolucionária edição

Teresa Guilherme anuncia ao País a identidade dos concorrentes de Big Brother – A Revolução. O reality show arrancou este domingo e só termina na passagem de ano.

13 Set 2020 | 21:51
-A +A

Já arrancou Big Brother – A Revolução! O reality show que marca o regresso de Teresa Guilherme à apresentação, depois de dois anos afastada do pequeno ecrã, estreou-se este domingo na TVI, com o foco, claro, naqueles que são os próximos habitantes da casa mais vigiada do País, uma vez mais localizada na Ericeira.

A primeira participante a ser anunciada pela rainha dos reality shows chama-se Andreia, tem 40 anos e mora no Seixal. É jurada internacional de dança desportiva, depois de durante muitos anos ter sido bailarina profissional. «Inscrevi-me no Big Brother porque era uma hater. Odiava qualquer coisa relacionada com os reality shows. Achava que as pessoas eram ocas, vazias, sem escolaridade», afirma a concorrente, que não contou a ninguém que se inscreveu na edição revolucionária do pai de todos os formatos deste género televisivo.

Bruno, 27 anos, vem de Espinho e a sua alcunha é Nec. É artista de arte urbana, anda de skate, faz skiming. Considera-se uma pessoa multifacetada. Fez ciclismo, foi campeão nacional de pista e estudou Artes Visuais. Não namora e o seu filme favorito é 50 Sombras de Grey. Diz-se ambicioso e divertido.

Sandra, de 45 anos, é casada há 27 e o marido apoia-a incondicionalmente. Vinda de Cascais, considera-se trabalhadora, ambiciosa, muito teimosa e com mau perder. Diz ter a mania das arrumações e considera que o faz sempre melhor que os outros. É apaixonada por sapatos e muito vaidosa. Não gosta de pessoas preguiçosas e egoístas. A filha, Jéssica, é uma das concorrentes.

Estes três participantes ainda não são concorrentes. Serão os infiltrados do soberano e os outros concorrentes não podem saber que eles existem. Estarão isolados do grupo numa divisão secreta e vão ter um papel preponderante no destino de quem já está na casa mais vigiada do País.

André Filipe, de 25 anos, vem do Barreiro e também um infiltrado, mas com uma curiosidade: será cúmplice dos restantes e estará com os concorrentes na casa. Tem uma produtora que realiza pequenos videoclipes para artistas mais desconhecidos. Paralelamente trabalha em makeup intitula-se como guru: faz reiki e terapia multidimensional. Já escreveu um livro: “Desabafos de uma vida”, onde escreveu sobre paz interior. Quer muito ser famoso, e o seu maior sonho é participar numa novela. Adora o seu “ar angelical” mas diz nem sempre ser “santo”.

 

Os concorrentes já conhecidos

 

A primeira concorrente chama-se Carina, tem 21 anos, é do Porto e trabalha numa roulote com os sogros. Tem um sonho: ser atriz: «Gostava de ser a malvada das novelas». Tem uma filha de poucos meses e, cá fora, deixa ainda o companheiro: «É o melhor namorado que já tive até hoje. e já tive bastantes». Diz-se muito ciumenta, explosiva e emotiva e promete ser divertida… mas também muitas discussões.

Sofia tem 38 anos e é natural de Lisboa. É hospedeira de bordo e já conheceu mais de 77 países.
Escrever é um dos seus hobbies preferidos, por isso, um dos seus maiores sonhos é um dia escrever um livro. Considera-se altamente competitiva, espontânea e divertida, mas ao mesmo tempo racional.
Foi casada durante 3 meses, e quer muito voltar a apaixonar-se. Sente-se atraída pelo desconhecido e foi isso que a trouxe ao Big Brother.

Renato, de 21 anos, mora em Penafiel e também concorre a Big Brother – A Revolução. Foi jogador profissional de andebol, mas lesionou-se num braço e teve de deixar o desporto. É seguro de si mesmo e vaidoso: acredita que a sua beleza é um ponto forte e as amigas da sua mãe são quem mais elogios lhe tecem. Tem 1,91 e gosta de mulheres mais pequenas e com personalidade forte. Adora ser o centro das atenções e pôr toda a gente a rir à sua volta.

Fadista de profissão, Jéssica Fernandes tem 23 anos e é de Cascais. A sua paixão pelo fado nasceu do facto de passar muito tempo com os Zos e avós, sendo que teve na avó o seu maior incentivo para começar a cantar. Segundo a própria, vive no mundo da lua. Considera-se vaidosa, gostando imenso de maquilhagem e roupa. É preocupada com o meio ambiente e defensora dos animais. A mãe, Sandra, é uma das infiltradas do Big Brother.

André Abrantes, tem 31 anos, vem da Mafra, e diz que é ambicioso e aventureiro, adorando desafios. É apaixonado por surf e skimboard, tendo já participado em vários campeonatos. Além do desporto náutico, adora musica e chegou a participar num programa de talentos. Terminou recentemente uma relação de seis anos que ainda lhe provoca algum sofrimento. O seu objetivo no Big Brother é a vitória.

Catarina, de 24 anos, encontra-se desempregada devido à pandemia e diz que o Big Brother chegou na altura certa porque a sua vida está uma autêntica revolução. O último namorado que teve era muito controlador e por isso terminaram recentemente a relação. Diz ser impulsiva nas suas reações, detesta pessoas “pica-miolos”. Considera-se simpática, carente e divertida. Vem de Fernão Ferro.

De Porto Alto vem Michel, que faz parte do grupo Wet Bed Gang. Considera-se o palhaço do seu seu grupo de amigos porque tem sempre a mania que é engraçado. Não gosta de receber ordens e também não gosta de pessoas racistas. Para além da música a sua grande paixão é o futebol. Diz ser namoradeiro e que conquista com a sua simpatia e sorriso. Tem 22 anos.

Joana, de 20 anos, considera-se uma ‘beta de Cascais’. Reconhece que um dos seus maiores talentos é ser manipuladora para conseguir tudo o que quer. Diz que tem um transtorno obsessivo- compulsivo e é viciada em roupa de marca e maquilhagem. Nunca namorou, não tem o sonho de casar, nem se vê a ser mãe. Para ela o mais importante é o reconhecimento profissional. Vem de Alcabideche.

Diana, de 31 anos, é da Figueira da Foz. Cresceu no interior de Portugal e sempre se sentiu inadaptada e diferente dos demais. Atualmente trabalha na área de cripto de moedas numa empresa sediada em Malta. Define-se como “Cat Lady” e para ela os seus gatos são os seus filhos. É germofóbica e até já escreveu um livro.

Rui tem 35 anos e mora em Oliveira do Hospital. Diz ter tido uma infância feliz e que teve sempre tudo o que precisou. Cresceu a ser ambicioso, com garra e empreendedor. Tem uma escola de condução e tem uma empresa de sementes de girassol. Considera-se tolerante mas por vezes não consegue pensar antes de falar. Preocupado com a sua imagem, chegou a ser Mister Euro Portugal, e faz trabalhos como modelo fotográfico, desfiles e anúncios.

Jéssica Antunes, de 26 anos, reside em São João das Lampas Após ter sido casada por 7 meses, voltou a morar com os pais e irmã. Sempre teve o sonho de entrar num reality e todos os amigos e família acham que tem perfil. Praticou ginástica acrobática e já foi bailarina do Melão e do Sérgio Rossi. Dois dos seus sonhos são: ter a sua própria marca de biquínis e ser mãe.

Zena, de 21 anos, vem diretamente da Madeira. Nasceu lá mas foi em bebé para França mas regressou a Portugal com 11 anos. Atualmente está solteira, teve uma relação de 3 anos e passou por um grande desgosto de amor, apesar de a relação ter terminado de forma amigável. Desfila com os pais no Carnaval da Madeira, e gostava de ser atriz ou apresentadora de tv. Considera-se uma líder nata.

Rúben, de 26 anos, mora em Olhão. Trabalha como relações públicas de um hotel de 5 estrelas e adora o que faz. É divorciado e não acredita em relações neste momento, estando, por isso, solteiro.
Já teve 120 kg, e perdeu 40kg após uma namorada lhe ter dito que ele estava a engordar. Hoje em dia tem uma alimentação rigorosa. Considera-se estratega e conquistador. Apaixonado por música, toca saxofone e piano sem nunca ter tido formação.

Carlos tem 24 anos e é de Odivelas. Teve uma adolescência problemática, que explica que foi fruto dos problemas financeiros que começaram a existir na sua família. Dedicou-se ao rap como escape das suas emoções reprimidas, mas só há dois anos decidiu ”dar a cara” como rapper. Caracteriza-se como sendo, lutador, frontal e destemido. Quer ganhar o Big Brother para ajudar a mãe.

Luís, de 26 anos, vem de Penafiel. É professor de desporto e diz ser muito feliz com o que faz. Tem muito cuidado com a alimentação, de modo a corresponder aos seus atributos físicos e exigências profissionais. Assume-se organizado e focado, tendo sempre objetivos traçados. Tem uma relação há 4 anos e vê um futuro com a sua namorada. Quer mostrar aos portugueses que tudo se consegue fazer com dedicação e que se pode levar uma vida de forma positiva.

O vencedor de Big Brother – A Revolução será conhecido a 31 de dezembro.

 

(em atualização)

 

Texto: Dúlio Silva, Inês Marques Fernandes, Ivan Silva e Patrícia Correia Branco; Fotografias: D.R.

PUB
Top