“Conta hackeada”: Iker Casillas reage ao tweet polémico e pede desculpa à comunidade LGBT

Iker Casillas já reagiu à publicação polémica que foi feita através da sua conta do Twitter, que revelava que o ex-futebolista seria homossexual.

09 Out 2022 | 16:50
-A +A

Iker Casillas já reagiu à publicação polémica que foi feita através da sua conta do Twitter, que revelava que o ex-futebolista seria homossexual. O guarda-redes espanhol contou que a sua conta oficial foi hackeada.

“Conta hackeada. Felizmente tudo em ordem. Peço desculpas a todos os meus seguidores. E, claro, mais desculpas à comunidade LGBT”, escreveu, no Twitter.

Veja tudo aqui:

A mensagem que chocou os fãs, e que foi partilhada no Twitter de Iker Casillas, dizia: “Espero que me respeitem: sou gay. Feliz domingo”. O ex-guarda-redes do Futebol Clube do Porto e do Real Madrid já apagou a publicação.

Afinal, foi um ataque de alergia: Iker Casillas nega dor no peito e avança para tribunal

ker Casillas veio a público negar que se tenha dirigido a um hospital com uma forte dor no peito. O ex-atleta emitiu um comunicado a desmentir a notícia avançada pela revista espanhola Hola!, na qual afirmava que o ex-guarda-redes se teria deslocado ao Hospital Universitário Quirónsalud Madrid, dois anos depois de ter sofrido um enfarte do miocárdio, durante um treino ao serviço do Futebol Clube do Porto.

“Várias revistas divulgaram notícias sobre o meu estado de saúde, deixando claro que sofri uma recaída da doença que superei, quando se tratou de um simples ataque de alergia”, pode ler-se.

Na mesma nota, o antigo guarda-redes anunciou que vai avançar com medidas legais contra “as histórias que têm inventado” sobre ele e a sua ex-mulher, Sara Carbonero. “Estou cansado de ver diferentes pessoas que inventam histórias sobre mim, por isso, decidi que os meus advogados vão iniciar as ações correspondentes dirigidas a quem divulga informações totalmente falsas.”

Leia a notícia completa aqui.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: Redes Sociais

PUB