Convidado que esteve na TVI já estava infetado com Covid-19. Parte da redação faz testes

Um médico esteve num programa da TVI e, no dia seguinte, informou o canal de que tinha sido diagnosticado com Covid-19. O caso, que a estação não comenta, deixou parte da redação em alvoroço.

16 Mar 2020 | 20:55
-A +A

O caso aconteceu na quarta-feira da semana passada, 11 de março, e deixou a redação da TVI alarmada. Um homem foi convidado para um programa de Informação da estação de Queluz de Baixo e, no dia seguinte, informou o canal de que estava infetado com o novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19 e que, em Portugal, já registou 331 casos e matou uma pessoa.

“A TVI só veio a saber que o convidado estava infetado no dia seguinte, quando ele próprio ligou para o canal. Não se sabe se ele já tinha feito o teste e estava à espera do resultado quando foi à TVI ou se só fez o exame depois da sua ida ao programa”, conta à TV 7 Dias uma fonte ligada à estação de Queluz de Baixo. “Se foi o primeiro caso, o convidado em questão devia ter dito ‘Estou à espera do resultado do teste e não vou’, porque acabou por colocar várias pessoas em risco”, diz ainda a mesma pessoa, que integra a redação da TVI e que pede o anonimato.

Outra fonte confirma o sucedido à nossa revista. E acrescenta: “Toda a equipa que esteve em contacto direto e indireto com o convidado ficou apreensiva. Acabaram todos por realizar um teste de despiste à infeção com o novo coronavírus. Grande parte dos resultados já saiu e, até agora, deu tudo negativo. Ainda faltam saber alguns resultados, que se saberão entre hoje e amanhã.”

Contactado pela TV 7 Dias, o jornalista que esteve em contacto com este doente – tanto uma identidade como a outra a nossa revista opta por reservar – não quis fazer comentários.

Também a TVI foi confrontada pela nossa revista com este acontecimento. “A TVI confirma esta informação?”, “Quando é que a TVI soube que o convidado em questão tinha testado positivo para o novo coronavírus?”“Quantas profissionais da TVI fizeram o exame?” foram algumas das questões colocadas. A estação da Media Capital não respondeu a nenhuma. “A TVI tem estado a aplicar as normas impostas pelos organismos de saúde pública. Nesse sentido, todas as medidas que respeitam ao funcionamento diário da estação têm estado a ser acauteladas”, limitou-se a dizer, não desmentindo o caso.

 

Teletrabalho também funciona para jornalistas

 

Ora, coincidentemente, este episódio aconteceu precisamente dois dias antes de o Governo decretar estado de alerta em Portugal devido à pandemia da Covid-19. Na sequência disso, a TVI apertou o cerco e implementou estreitas medidas de prevenção para evitar possíveis novos contágios do novo coronavírus.

Estima-se que aproximadamente metade da redação da Informação da TVI – a estação também não quis adiantar o número de profissionais que tem, atualmente, a trabalhar na sua redação – esteja em isolamento profilático. E alguns deles em regime de teletrabalho.

Exemplo disso mesmo foi a emissão especial do Mais Bastidores que a TVI24 transmitiu na noite deste domingo. Nela, o jornalista Joaquim Sousa Martins e o comentador Rui Pedro Brás conversaram, através de uma vídeochamada, feita a partir da casa de cada um. Também Filipe Caetano, editor de Internacional da TVI, tem feito várias intervenções nos noticiários dos canais generalista e informativo através do mesmo método.

 

Veja as imagens na galeria!

 

Afinal, nas instalações do canal, só entra um estrito número de profissionais, os essenciais para levar a cabo as emissões regulares da estação. Mesmo dentro da própria TVI existem limites a ser cumpridos. “As entradas nas régies estão limitadas ao produtor, realizador e poucos mais”, conta uma fonte à TV 7 Dias, acrescentando que “no próprio estúdio não entra ninguém que não faça falta”. “Só o pivô, os operadores de câmara e o assistente de estúdio”, elenca.

Com instalações desinfetadas em permanência, as portas estão sempre abertas para evitar, por exemplo, que depois de lavar as mãos se toque nas maçanetas. Toda a gente tem luvas, toda a gente tem gel desinfetante. Nunca tal tinha acontecido”, remata outra fonte.

 

VEJA TAMBÉM:
Covid-19: Tem uma pessoa infetada em casa? Saiba que precauções deve tomar
Covid-19: Afinal, de quanto em quanto tempo temos de desinfetar as mãos?
Covid-19: Ex-jogador do Benfica infetado com coronavírus

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala e reprodução TVI

PUB
Top