COVID-19 ataca atores e técnicos da nova novela da TVI. Há pelo menos quatro infetados

Casos positivos de COVID-19 identificados em atores e técnicos de “Para Sempre” deixou a produtora da novela da TVI, Plural Entertainment, em estado de alerta. Há várias pessoas de quarentena.

27 Ago 2021 | 22:04
-A +A

A COVID-19 está a deixar em alerta a equipa da nova novela da TVI, “Para Sempre”. Paulo Pires e Ricardo de Sá, que integram o elenco da trama, anunciaram publicamente que, apesar de vacinados, foram apanhados pelo novo coronavírus, tendo sido forçados a ausentarem-se das gravações da história que tem como protagonistas Inês Castel-Branco e Diogo Morgado.

Tal descoberta deixou a produtora da novela, Plural Entertainment, em estado de alerta. Em exclusivo à Maria, fonte oficial da TVI confirma mais casos de COVID-19. “A Plural confirma que existem alguns casos de COVID-19 numa produção, mas estão todos sinalizados e acompanhados. Existe um médico em permanência nas instalações para aconselhar e adotar as melhores práticas do plano de contingência da Media Capital. As pessoas sinalizadas estão em casa, mas as gravações continuam, não há paragem”, revela.

A Maria sabe que, além de Paulo Pires e Ricardo de Sá, há pelo menos mais dois atores infetados – tratam-se de pessoas que estiveram em contacto direto. Há ainda técnicos que foram sinalizados e estão em casa de quarentena. “Nem todos os que foram para quarentena estão infetados, mas, como houve um contacto direto com quem está infetado, foram mandados para casa. No fundo, estão a ser seguidas as normas da DGS. A Plural tem um plano de contigência e é isso mesmo que é seguido. Por mais cuidado que se tenha e que as regras existam, as pessoas vão para casa, têm família, amigos… Há sempre riscos. Na Plural, tenta-se minimizar os riscos. Está sempre tudo a ser desinfetado e andam sempre todos de máscara, mesmo ao ar livre”, conta uma fonte conhecedora do processo.

Segundo a Maria apurou, na Plural, os atores e técnicos são testados todas as semanas e, quando há cenas de grande proximidade ou de intimidade, como beijos, são testados duas a três vezes por semana.

Outro facto a salientar é que os atores de diferentes projetos televisivos não se cruzam. Ou seja, há o cuidado de haver separação entre produções – por exemplo, quando a equipa da novela “Festa é Festa” está a almoçar, a de “Para Sempre” não está no mesmo espaço.

 

Plano de contigência em vigor na produtora das novelas da TVI

 

Há um plano de contigência em vigor na Media Capital. No documento, a que a Maria teve acesso e que contém 20 páginas, destacamos o uso de máscara e a proteção durante gravações:

“Obrigatório uso de MÁSCARA CIRÚRGICA – Para funções mais administrativas ou que se encontrem em salas individuais, ou funções nas equipas de gravação que consigam manter o distanciamento de 1,5 a 2,0 metros MÁSCARA FFP2 – Para equipas de régie, ou funções que lidem mais diretamente com atores (exemplo assistentes de realização, diretores de atores, perchistas, assistentes de cena, assistentes de guarda roupa, cabeleireiras). – Em todas as situações indicadas pelo médico presente na Plural

MÁSCARA FFP2 – Para equipas de régie, ou funções que lidem mais diretamente com atores (exemplo assistentes de realização, diretores de atores, perchistas, assistentes de cena, assistentes de guarda roupa, cabeleireiras). – Em todas as situações indicadas pelo médico presente na Plural

• Os atores e figurantes terão que usar máscara, após saírem da make up e até chegarem ao estúdio ou plateau no caso de exteriores. Devem usar igualmente a máscara sempre que não estejam a gravar. • As máscaras serão disponibilizadas a todos, devendo estar disponível no local um ponto de lavagem ou higienização das mãos para que todos o possam fazer antes de as colocar

• Os atores e figurantes terão que usar máscara, após saírem da make up e até chegarem ao estúdio ou plateau no caso de exteriores. Devem usar igualmente a máscara sempre que não estejam a gravar. • As máscaras serão disponibilizadas a todos, devendo estar disponível no local um ponto de lavagem ou higienização das mãos para que todos o possam fazer antes de as colocar.”

 

Medidas de proteção contra a COVID-19 nas gravações das novelas

 

“Os equipamentos mínimos e as medidas de proteção a assegurar no local de gravação serão:

• Utilização de máscara – todas as pessoas presentes no local de gravação terão que usar o tipo de máscara de acordo com a sua função, com exceção dos atores e figurantes, apenas enquanto estiverem em efetiva gravação.

• É proibido fumar dentro das instalações e não existirão salas de fumo. No exterior, quem fuma tem que manter o distanciamento mínimo de 2 metros, pois encontra-se se sem máscara.

• Existirão embalagens de desinfetante, à base de álcool (70%) e dispensadores de álcool gel, quer nos pontos de entrada e saída dos locais de gravação, quer em vários pontos do local de gravação em si mesmo, por forma a permitir a limpeza e higienização frequente e sempre que necessária.

• Sempre que existam gravações de cenas mais extensas, os atores e intervenientes diretos terão acesso imediato a desinfetante, uma vez que não estarão a usar qualquer equipamento de proteção.

• Sempre que se verifiquem gravações em veículos, a produção assegurará a desinfeção dos mesmos, bem como os de todos os utilizados para transporte de equipas técnicas e artísticas. • Sempre que adereços sejam utilizadas por várias pessoas, entre os vários usos, procederse-á à desinfeção desses mesmos elementos.”

 

Texto: Ana Lúcia Sousa; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top