Criança de 3 anos violada e queimada pelo padrasto

Uma menina de três anos está internada numa unidade hospitalar em estado grave.

18 Mar 2018 | 17:27
-A +A

Uma menina de três anos foi violada e queimada com água a ferver pelo próprio padrasto. O caso deu-se na localidade de Beuvais, França. O padrasto está detido e a mãe encontra-se com termo de identidade e residência. Ainda não foi clarificado se a progenitora está envolvida nos abusos ou não.

Segundo o jornal Le Parisien, a menina deu entrada no hospital, sob a premissa de que tinha caído na banheira. Num primeiro diagnostico, os médicos revelaram que a menor tinha sofrido um traumatismo craniano e encaminharam a criança para outro centro hospitalar, para ser avaliada mais detalhadamente.

De acordo com os relatórios médicos, a menina apresentava hematomas, indícios de ter sido mordida e queimaduras provocadas por água a ferver. Os exames ginecológicos mostravam sinais de que a menor tinha sofrido de abusos sexuais e que era vítima de violência repetida.

Apesar de terem sempre negado ter abusado da criança, mãe o padrasto foram acusados de «violência intencional contra crianças menores de 15».

LEIA MAIS: Criança violada, queimada e forçada a viver em casota de cão é morta à pancada

PUB
Top