CRISE no Benfica marca estreia de José Eduardo Moniz no Jornal das 8

«Deus e o Diabo» marca o regresso de José Eduardo Moniz à antena, na TVI, «que não quer deixar as mentiras à solta».

30 Nov 2018 | 21:57
-A +A

«Este programa vai verificar factos, para não deixar as mentiras à solta». Foi assim que José Eduardo Moniz marcou o seu regresso à antena.

«Deus e o Diabo» é o nome da rubrica do marido de Manuela Moura Guedes, inserido no Jornal das 8, da TVI, que tem como principal objetivo ser um programa interativo, abordando temas atuais e sérios. Todos os telespetadores podem intervir em direto, fazendo perguntas ao consultor da Media Capital.

O primeiro tema proposto por José Eduardo estava relacionado com o novo hospital de Lisboa. No entanto, quando o vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica passou a palavra a um telespetador, pensando que iria comentar este tema, Rui Gonçalves, natural de Chaves, colocou várias questões sobre a atualidade do clube da Luz.

«Ah! Sobre futebol. Pensava que ia falar sobre António Costa ou sobre o hospital», responde, entre risos. «Bom, eu não estava propriamente à espera que esta questão surgisse tão cedo. Imaginava que ela iria surgir… É óbvio que vou responder a todas as questões porque assim me comprometi», afiança ainda, sentando-se ao lado do jornalista David Dinis, com quem comanda a rubrica.

«Não há questões incómodas, porque estou aqui a ‘dar o corpo ao manifesto’ mesmo para isso», revela José Eduardo Moniz.

«Sem estabilidade [referindo-se ao Benfica] não vamos a lado nenhum. Não gosto de acordar com mensagens de pessoas a chamarem-me nomes. É o presidente que gere todas estas questões e, pelo menos, houve uma decisão. Se ele acha que Rui Vitória tem condições para continuar no comando do Benfica, temos de respeitar», continua.

Pouco depois, o rosto da TVI retoma o primeiro tema. Quando volta a dar a palavra a um telespetador, o assunto repete-se: o Benfica.

«Eu não sou candidato à presidência do Benfica. Tenho o clube no coração, mas sou jornalista. Luís Filipe Vieira foi o candidato escolhido pelos adeptos. Precisamos de unidade no balneário e nos adeptos», comenta.

José Eduardo Moniz ainda falou com mais dois telespetadores e recebeu Mário Nogueira, dirigente da Fenprof, nos estúdios, numa estreia que ficou marcada pela fase menos positiva que atravessa o Benfica.

Recorde que Manuela Moura Guedes está atualmente na SIC, onde também comenta assuntos da atualidade na rubrica A Procuradora, no Jornal da Noite. Está aberta a «rivalidade» entre marido e mulher.

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais; Fotos: Impala e reprodução Instagram

 

PUB
Top