Crispim relata sofrimento de quando pesava 105 quilos: “É um processo muito solitário”

Pedro Crispim fala abertamente sobre os tempos em que sofreu de obesidade, quando era adolescente. “É muito complicado porque os miúdos não são propriamente pêra doce e não é fácil”, diz.

19 Fev 2021 | 14:20
-A +A

Pedro Crispim volta a tocar num dos assuntos mais sensíveis da sua vida. Depois de ter revelado ainda na edição do “BB 2020” que pesou 105 na adolescência, o comentador recordou novamente este tema, depois de Noélia ter relatado no “Big Brother – Duplo Impacto” que passou pelo mesmo na escola.

“Eu já pesei 105 quilos. Hoje peso 75 ou 76 mas eu já cheguei aos 105 quilos, com 15 ou 16. A questão de seres gordo quando és miúdo e estás no secundário é muito complicado porque os miúdos não são propriamente pêra doce e não é fácil. Foi um processo muito interior, sem acompanhamento, sem rede de segurança nenhuma e muito solitário, de aceitação, de arrumar gavetas. Não é fácil”, disse.

Apesar de ter emagrecido abruptamente, Pedro Crispim relatou que o processo de mudança não foi simples. “E depois também é tu habituares-te a morar num novo apartamento, porque efetivamente foram anos a fio com um tipo de estrutura e de arquitetura e, de repente, tens de gerir uma nova casa onde vais morar. É muito desafiante, mas não é nada fácil”.

“A sociedade é muito ‘despartilhada’ no conceito de beleza e quase que nos obriga a sermos todos a sair de fábrica, com a mesma forma. Acho que temos de nos empoderar, independentemente dos defeitos, da tipologia ou da morfologia. Acho que temos de aproveitar isso e fazer disso bandeira, numa aceitação”, rematou.

“Perdi 30 quilos em cerca de 6/7 meses”

Em novembro de 2020, o stylist de 42 anos admitiu que, apesar de sentir que “os anos passaram depressa, de tão cheios os dias”, houve alturas em que “sucedeu o contrário” e esses mesmos dias “eram de um vazio imenso e de um silêncio desesperante”.

Numa publicação feita nas redes sociais e que fez acompanhar de uma fotografia sua de quando era criança, revelou que vive “intensamente cada segundo”. “O resto vai ficando algures pelo caminho, onde é o seu lugar”, dita Pedro Crispim. “Não largo quando acredito, não deixo quando sinto (e sinto muito), mesmo que o Mundo me diga uma e outra vez para deixar de sonhar e me tente fazer desistir. O meu caminho esse será sempre em frente, focado e com memória. Memória essa que me serve de bússola em tudo aquilo que faço”, acrescentou.

“Perdi peso aos 16 para os 17 e, infelizmente, não foi uma perda de peso saudável e devidamente acompanhada. Fui demasiado drástico, comia mesmo o mínimo”, lamentou Pedro Crispim.

“Perdi 30 quilos em cerca de 6/7 meses. Fiquei com algumas estrias, a pele reagiu mal, o cabelo na altura ficou mais fraco, e as emoções pareciam um anti-ciclone. Hoje existe muita informação disponível e, por isso, aconselho a fazerem as coisas de forma estruturada”, rematou.

Texto: Inês Borges e Ana Filipe Silveira; Fotos: DR

Veja também:
Uns são filhos, outros enteados: Luís Borges e Crispim criticam produção do Big Brother
Até já são amigos: Joana Diniz rendida a Pedro Crispim após polémica no Big Brother

PUB
Top