Um coração gigante! Cristiano Ronaldo concretiza sonho de menino sem pernas

Cristiano Ronaldo e o filho, Cristianinho, concretizaram o sonho de um menino sem pernas. O futebolista e o filho estiveram a jogar à bola com Ali Turganbekov, uma criança natural do Cazaquistão.

29 Dez 2019 | 12:32
-A +A

O ideal de férias do comum dos mortais inclui dormir, comer, descansar e passar alguns momentos de diversão. Mas Cristiano Ronaldo não é um comum mortal e, nestas férias de Natal, no Dubai, além de treinar intensivamente, competir com um dos maiores nomes do ténis, Novak Djokovic e ser um dos nomeados para os Globe Soccer Awards, o futebolista português também arranja tempo parta concretizar sonhos.

E foi o que aconteceu este sábado à noite, na entrada de um hotel. Cristiano Ronaldo e o filho, Cristianinho, encontraram-se com Ali Turganbekov, um menino natural do Cazaquistão que não tem pernas. Ronaldo e Cristianinho renderam-se ao talento de Ali que, apesar da sua condição física, demonstrou ser um verdadeiro craque da bola.

Ali e o irmão, Amir têm viajado pelo mundo a conhecer os seus ídolos do futebol. De Maradona a Iker Casillas, passando por Xavi, são vários os nomes do desporto rei com quem os meninos já deram uns toques.

Veja o vídeo

 

Ronaldo pode vencer pela sexta vez prémio Melhor do Ano

A gala dos Globe Soccer Awards acontece este domingo, 29 de dezembro, e Cristiano Ronaldo, João FélixFernando Santos e o empresário Jorge Mendes são os portugueses que estão na corrida. Este sábado, 28 de dezembro, o jogador da Juventus deu uma entrevista a Rui Pedro Braz onde revelou o segredo do sucesso e o que o mantém «motivado».

Esta pode ser a sexta vez que Ronaldo é eleito melhor jogador do ano, no entanto o capitão da Seleção Nacional mantém a sobriedade e revela que não há segredos. «Não há segredos, são muitos anos a jogar futebol. O mais importante é ganhar títulos coletivos porque isso ajuda. Não há milagres, nem segredos é um acumular de anos a fazer aquilo que gosto», explica.

Para o craque português o mais importante é a «paixão». «Nos jogos a motivação é sempre alta, as pessoas não conseguem ver é os bastidores. Não tenho de mostrar nada a ninguém, tenho é de mostrar a mim mesmo. O Cristianinho faz-me uma pequena pressão: ‘Pai aguenta mais uns anos que eu gostava de jogar contigo’. Mas acho que vai ser dificil», brinca, referindo que tal não será possível.

 

Texto: Sílvia Abreu com Raquel Costa | Fotos: redes sociais

 

Veja mais:
Ronaldo revela pedido do filho: «aguenta mais uns anos que eu gostava de jogar contigo»
Do outro mundo! Cristiano Ronaldo voa sobre defesas e cabeceia para o fundo da baliza

PUB
Top