Cristina Ferreira acusada de gritar com colaboradores: “O ambiente está de cortar à faca”

Cristina Ferreira causa clima de tensão nos corredores da TVI. São várias as fontes que garantem que Cristina tem “duas caras” e que a simpatia que mostra em público desaparece em privado.

25 Nov 2020 | 10:50
-A +A

Cristina Ferreira habituou o público a uma imagem de simpatia, gargalhada estridente e boa disposição. Porém, quando as câmaras se desligam, tudo muda. Apelidada de “generala”, “patroa” ou “dona disto tudo”, no dia-a-dia Cristina é acusada por colaboradores da TVI e fontes próximas do canal de ser controladora e de gritar nos bastidores.

Segundo a revista Sábado, Cristina gosta que os adjuntos lhe prestem contas de cinco em cinco minutos, quando não está nas instalações da estação de Queluz de Baixo. As mesmas fontes garantem que é comum a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI gritar pelos adjuntos. A mesma publicação afirma que, por vezes, os decibéis disparam e que é ouvida nos corredores.

“Ela está aflita”

Isso acontece principalmente devido às audiências, como aconteceu quando “Dia de Cristina” foi para o ar em setembro e perdeu para a SIC. “Ela esteve aos gritos com a equipa, ouvia-se fora da sala. Às tantas, houve alguém que lhe disse: ‘Desculpa, mas tu é que escolheste os convidados’”, relata fonte da TVI à revista Sábado.

Com uma imagem de empreendedora, forte e segura, Cristina está cada vez mais fragilizada: “Ela está aflita”. A apresentadora está determinada em subir os resultados até ao final do ano.

A Sábado avança, ainda, que se vive um clima de “tensão” na TVI e que são dezenas as fontes próximas que o asseguram, exigindo o anonimato com medo das represálias. “O ambiente está de cortar à faca”, diz uma delas.

Texto: Inês Borges; Fotos: DR

Veja também:
Cristina Ferreira ‘copia’: O Programa da Cristina: para a TVI? Eis a resposta!
Cristina Ferreira exigiu segredo absoluto às estrelas da TVI, mas fez uma cedência

 

PUB
Top