Cristina Ferreira bateu com a porta da TVI há um ano! Sabe em que programa?

Há precisamente um ano, Cristina Ferreira despedia-se, sem saber, dos espectadores da TVI para, pouco tempo depois, ser apresentada com pompa e circunstância na SIC. E nunca mais nada foi o mesmo.

21 Jul 2019 | 19:20
-A +A

Vinte e um de julho de 2018. A TVI transmitia a sua já tradicional festa de verão e Cristina Ferreira pisava a passadeira vermelha com uma polémica indumentária que viria a desencadear diversas críticas. Habituada a não gerar unanimidade, a apresentadora optou por um vestido assinado por Isabel Sanchis com «milhentas bolinhas», como referiu, em jeito de brincadeira, na altura. Cristina não sabia, mas era com aquele look que iria surgir, pela última vez em direto, na antena de Queluz de Baixo.

«Foi o único que vi. É de uma estilista espanhola que já me tinha vestido para A Tua Cara Não Me É Estranha. Por isso, já sei, mais ou menos, aquilo que ela faz. Ela é muito original. Eu vi este e disse: ‘é este mesmo’. Pronto, experimentei e ele estava bom. Eu gosto sempre de marcar pela diferença. É ao meu gosto, mas acho que é original, pelo menos», revelava Cristina naquele evento.

Cristina Ferreira, na altura com 40 anos, posou para as objetivas, deu autógrafos e surgiu sorridente na emissão da TVI, horas antes de partir de férias com o filho. Terá sido durante esse período de descanso que a «saloia da Malveira», como orgulhosamente se autointitula, recebeu um telefonema que viria a mudar a sua vida… e provocar uma reviravolta no panorama televisivo.

 

Um milhão de euros anuais

 

Os contactos com a SIC iniciaram-se e Cristina Ferreira não teve dúvidas de que o seu futuro passaria pela agora antena de Paço d’Arcos. Informou a direção de programas da TVI da sua decisão e não se mostrou sequer interessada numa contraproposta. «Ela foi embora e depois já não quis mais falar», confirmou recentemente Rosa Cullell, ex-administradora-delegada da Media Capital, detentora do canal, em entrevista ao Observador.

Na base daquela que já é considerada a transferência televisiva da década em Portugal estará um contrato na ordem do milhão de euros anuais, caso Cristina cumpra os objetivos delineados pela estação (nomeadamente a liderança das audiência no seu horário, algo que se constata desde a estreia).

A mudança de Queluz de Baixo para Paço d’Arcos só foi, contudo, confirmada a 22 de agosto, praticamente um mês depois da última aparição em direto da apresentadora na TVI. «A TVI e Cristina Ferreira acordam em não renovar o contrato de prestação de serviços da apresentadora que está em vigor até 30 de novembro de 2018», anunciou o canal em missiva. Quer isto dizer que Cristina não pôde estrear-se logo na SIC.

A ligação contratual ao canal da Media Capital não a obrigou, contudo, a ficar ‘desaparecida’ da televisão por alguns meses. É que mesmo já se sabendo da saída de Cristina Ferreira da TVI, a estação manteve a exibição de episódios previamente gravados do concurso Apanha Se Puderes, que a malveirense apresentava com Pedro Teixeira.

Os meses foram passando, Cristina ia ultimando a sua estreia na SIC e a TVI a preparar a sua sucessão. Maria Cerqueira Gomes tomou o seu lugar no Você na TV!, ao lado de Manuel Luís Goucha, e Rita Pereira estreou-se como apresentadora do Dança com as Estrelas, cujas três primeiras temporadas foram conduzidas por Cristina.

 

O fim de uma era e o início de outra

 

A 7 de janeiro deste ano, O Programa da Cristina estreou-se com pompa e circunstância na SIC, com a anfitriã a ter direito a um telefonema do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e a entrevistar o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, numa conversa em que o dirigente dos encarnados foi às lágrimas.

Cristina Ferreira é líder de audiências desde a estreia, com números que alavancaram toda a programação do canal da Impresa. O mês de janeiro terminou com uma reviravolta: a SIC voltou a ser o canal mais visto pelos portugueses, derrubando do trono, após 14 anos consecutivos, a TVI.

A estação de Paço d’Arcos não mais deixou fugir o título de líder. Em Queluz de Baixo, a crise acentuou-se ao ponto de deixar escapar a liderança no horário nobre. Entretanto, na semana passada, na sequência da saída de Rosa Cullell e da entrada de Luís Cabral como CEO da Media Capital, a TVI indigitou Felipa Garnel Diretora de Programas. Bruno Santos, o antecessor naquele cargo, cessou, assim, a sua ligação ao grupo.

 

VEJA TAMBÉM:
Cristina Ferreira sobre Você na TV!: «Fui eu que o construí»
Cristina Ferreira faz viagem no tempo e recorda primórdios na TVI!
Cristina Ferreira assume problema de saúde que a faz ganhar peso!

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top