Críticas em direto: A Pipoca Mais Doce aponta o dedo ao “Big Brother” e Goucha reage

A Pipoca Mais Doce não gostou da forma como a “Prova do Líder” se realizou no “Big Brother” e não poupou nas críticas. No final, o público aplaudiu a comentadora do reality show da TVI.

11 Out 2021 | 14:44
-A +A

A Pipoca Mais Doce, nome artístico de Ana Garcia Martins, manifestou-se contra as regras da “Prova do Líder” da gala deste domingo do “Big Brother”. Em direto, a comentadora do reality show da TVI não se inibiu de apontar o dedo à produção, enquanto Manuel Luís Goucha tentava justificar o sucedido.

Antes das críticas de A Pipoca Mais Doce, os factos. Da “Prova do Líder” desta semana, fizeram parte seis concorrentes escolhidos pela nova moradora da casa mais vigiada do País: Felicidade Sá. Foram eles Ana Barbosa, António Bravo, Fábio Faísca, João Ligeiro, Ricardo Pereira e Rui Pinheiro.

Numa primeira fase, o soberano do jogo indicou que o objetivo do desafio era recolher o máximo número possível de troncos… com um senão: percorrer um pântano escorregadio. Fábio Faísca seria o vencedor, não tivesse o “Big Brother” dado a conhecer, repentinamente, a segunda parte da prova: cada um dos participantes teria de distribuir entre eles um certo número de troncos recolhidos. O que menos tivesse era, afinal, o vencedor. E, com isto, Rui Pinheiro sagrou-se, pela segunda vez, líder do reality show da TVI.

Fábio Faísca acabou por demonstrar o seu descontentamento com o sucedido… tal como A Pipoca Mais Doce. Ao ser desafiada por Cláudio Ramos e Manuel Luís Goucha a opinar, Ana Garcia Martins não deixou nada por dizer: “Qualquer dia, é preciso um doutoramento para se perceber estas ‘Provas do Líder’, porque eu perdi-me completamente.”

 

A Pipoca Mais Doce aplaudida pelo público do “Big Brother”

 

A comentadora do “Big Brother” não se ficou por ali. Disse entender a “azia” de Fábio Faísca, “porque o rapaz esfalfou-se, cumprindo o que lhe foi pedido e o que lhe foi explicado no início, que era conseguir [recolher] o máximo de troncos” possível.

Nesse momento, Goucha interrompeu-a: “Sim, mas faltava a outra parte. O ‘Big Brother’ dá a volta…” Contudo, A Pipoca Mais Doce continuou. “Certo. Mas é tudo muito confuso… Acaba-se por premiar quem conseguiu menos e uma pessoa que até já foi líder. Isto foi tudo muito confuso”, avaliou.

Manuel Luís Goucha lembrou, depois, que, numa “segunda fase” do desafio – ainda que esta regra só tenha sido anunciada a meio do jogo -, os concorrentes em jogo “tinham de eliminar-se uns aos outros”. E Cláudio Ramos acabou por brincar com o parceiro de apresentação, referindo-se às críticas de Ana Garcia Martins: “Tu é que ainda não conhecias esta faceta [de A Pipoca Mais Doce]…”

Em jeito de remate, a comentadora defendeu: “Não me cabe a mim fazer as regras, mas acho que isto não só foi meio complicado de se perceber como acho que o Fábio tem legítimas razões para se sentir injustiçado. Mas quem sou eu… E lá está: acho que se deveria dar a oportunidade a outra pessoa de ser líder.”

Face a estas afirmações, o público presente em estúdio aplaudiu em força A Pipoca Mais Doce.

Veja as imagens deste momento na nossa galeria.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top