Crónica de um ex-casal: «O corno é sempre o último a saber»

Todas as semanas, Graça e Zé Luís comentam a segunda edição de Casados à Primeira Vista. O ex-casal não vai deixar nada por dizer sobre o programa em que se conheceram e se deram a conhecer.

15 Dez 2019 | 21:50
-A +A

Começando pelo casal Paulo e Lurdes, na gíria futebolística o Zé Luís diz que eles estão a jogar para o empate, aquilo não ata nem desata. Todas as mulheres gostam de se sentir desejadas por um homem e com ele isso não acontece. Ela não vai mendigar por amor, já não tem idade para isso.

Já a Marta e o Luís tiveram uma semana mais tranquila. É fantástica a promoção que ela está a conseguir num programa de televisão. Se ela não sair casada, pelo menos teve duas possibilidades de mostrar as suas aptidões como jornalista e como professora de dança. Quanto ao Luís, apesar de ele ter tido um momento mais ríspido e sem paciência para aturar as ‘dondoquices’ da Marta, talvez pela sua influência australiana, começa-se a perceber agora que ele é o que está mais aberto e sereno na experiência.

 

A Tatiana habituou-nos com a sua franqueza e agora errou

 

Contudo, a Tatiana provocou uma reviravolta. Ela habituou-nos com a sua franqueza e agora errou, quem sabe, por falta de coragem. Tatiana devia ter dito ao Bruno que estava a sentir-se atraída pelo Luís antes de ir para o sofá. Como diz o Zé Luís, ‘o corno é sempre o último a saber’. Isso não ficou bem. Ele ficou triste.

Eu acredito que o Bruno teria estrutura para ouvi-la e compreendê-la, porque quem ama também perdoa! Ele não estava nada à espera disto e o próprio Luís ficou um bocado atrapalhado. Mas não acho que seja recíproco. Se lhe tivesse calhado a Tatiana, ao invés da Marta, com certeza que o Luís iria investir nela. A verdade é que ele está disposto a apaixonar-se pela Marta, ela é que nunca lhe deu hipóteses.

Depois disto, o Bruno deixou de ter as condições mínimas para ter esperança em relação à Tatiana. Porém, também acredito que o Luís, por respeito ao Bruno e por não o querer magoar, é capaz de resfriar o seu contacto com a Tatiana. Se calhar, após o programa, e após os divórcios, pode haver eventualmente uma aproximação entre o Luís e a Tatiana. Para já não.

 

O Hugo vai ser um Dave número dois

 

Por fim, o Hugo e a Inês; ele vai ser um Dave número dois! O Dave e o Hugo apaixonaram-se violentamente pelas suas esposas. O Hugo pode não ser tão novo como o Dave, mas é um homem culto, que tem o seu património, que se apresenta bem, e eu não acredito que ele não consiga encontrar uma mulher facilmente.

Só que a Inês pôs-lhe a autoestima um pouco para baixo e deixa-o constantemente frustrado. Apesar de o casal não ter idades muito distantes, dá a sensação que as irmãs de Aveiro queriam uns homens tenrinhos e não foi isso que aconteceu.

 

A Diva e o Conde

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1709 da TV 7 Dias)

PUB
Top