Da operação à cabeça ao tumor no pulmão: Ator de “Bem Me Quer” enfrentou graves doenças

João Maria Pinto, ator de “Bem Me Quer”, recordou os problemas de saúde contra os quais lutou nos últimos anos. O Alípio da novela da TVI sofreu um enfarte, foi operado à cabeça e teve um tumor.

29 Jul 2021 | 18:01
-A +A

João Maria Pinto, que integra o elenco de “Bem Me Quer”, esteve à conversa com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos. Na emissão desta quinta-feira, 29 de julho, do matutino da TVI, “Dois às 10”, o conhecido ator abordou os problemas de saúde pelos quais passou nos últimos anos.

Natural de Braga, João Maria Pinto, de 75 anos, contou que nasceu com uma má formação arteriovenosa que só foi descoberta aos 40 anos, com um ataque de epilepsia. “Eu tinha uma má formação artéria venosa de nascença. (…) Os vasos capilares começam a baralhar-se uns outros e forma-se uma massa que só se revela por epilepsia nos 40 anos. Foi o que me aconteceu”, começou por referir. O ator entrou na unidade hospitalar e foi operado de urgência à cabeça.

Um ano antes, o ator da novela “Bem Me Quer”, em exibição também na TVI, entrou num profundo estado de depressão. “A depressão era cada vez mais profunda, que eu era capaz de passar um dia inteiro sentado a olhar para ontem, mais nada. Não sentia absolutamente nada”, disse, acrescentando: “Não temia pela vida. Eu não estava cá, eu não existia. A vida não tinha sentido”.

Sem recear o pior, João Maria Pinto nunca sentiu medo do bloco operatório e sempre confiou na medicina. “Aquilo começa a fazer pressão numa determinada sombra do cérebro e apaga tudo, as memórias, o humor. (…) Depois de me tirarem o ‘chouriço’, como eu costumo chamar, automaticamente comecei a dizer ‘já me lembro de tudo’. (…) Era uma excitação completa”, confessou.

Depois, em 2012, o Alípio de “Bem Me Quer” voltou ao hospital para ser operado ao coração na sequência de um enfarte: “Tive de colocar três bypass”.

 

Ator de “Bem Me Quer” “ficou em coma e um vegetal imenso tempo”

 

A dada altura, a filha de João Maria Pinto, Carolina Picoito Pinto, que também estava presente em estúdio, foi chamada por Cláudio Ramos. A cantora entrou em cena e revelou ainda mais pormenores sobre a vida dramática do pai.

“O meu pai ficou em coma e um vegetal imenso tempo. Esse problema ficou para o resto da vida. O meu pai é um reflexo também disso. E depois também teve um problema muito grave no pulmão (…). Sempre se achou que era maligno. No bloco operatório, o médico veio aos gritos, com as luvas cheias de sangue, dizer que era benigno”, confidenciou. A operação veio na sequência da descoberta de um nódulo num pulmão de João Maria Pinto.

Aos olhos de Carolina Picoito Pinto, o pai é “um sobrevivente”. O ator tem ainda mais duas filhas.

Terminadas as gravações de “Bem Me Quer”, João Maria Pinto está em ensaios para uma peça de Hélder Costa, com estreia marcada para setembro, no Teatro A Barraca, em Lisboa.

O ator estreou-se no pequeno ecrã em 1980, em “Zé Gato”, e já participou em diversas séries e novelas, como “Conta-me como Foi”, “Chiquititas”, “Floribela” e “Rosa Fogo”, entre outras. Também deu nas vistas no programa de humor “Malucos do Riso” e, recentemente, entrou no filme “A Palavra Mágica”.

 

Texto: Carolina Sousa; Fotos: reprodução redes sociais

PUB