Daniel Pereira recorda relação na adolescência: “Não me orgulho”

Daniel Pereira, concorrente do Big Brother 2024, mostrou a sua curva da vida.

19 Mai 2024 | 23:39
-A +A

Este domingo, dia 19 de maio, foi noite de mais uma gala do Big Brother 2024, da TVI. Ao longo do programa, os concorrentes foram confrontados com várias imagens da semana e assistiram também à curva da vida de Daniel Pereira, mais conhecido por Panelo.

Veja também:  Cláudio Ramos manda boca a Catarina Miranda em direto: “Imparcial

Panelo começou por falar da sua infância e do momento que, aos sete anos, o seu irmão mais novo nasceu. O concorrente referiu ainda que o seu pai é o seu ídolo e que sonha em ser como ele.

“Na escola sempre fui o rapaz mais bonito, o rapaz com mais namoradas, o rapaz que jogava melhor à bola. Foi aí que ganhei o respeito por toda a gente”, começou por recordar o jovem de Pinhel.

“Tornei-me uma pessoa compulsiva, obsessiva e controladora”

“Eu apaixonei-me pela minha melhor amiga e nesses dois anos de relação as coisas descambaram um bocadinho. Tornei-me uma pessoa compulsiva, obsessiva e controladora. Eu só a queria a ela, não admitia que mais ninguém estivesse ao pé dela, discutíamos todos os dias. Sempre fui mais maduro que os outros, mas nisto, maduro era uma coisa que eu não era. Não me orgulho mesmo, perdi o respeito dos meus amigos. Até que a relação acabou e houve o afastamento. Eu já nem queria estar neste mundo, já não sabia o que estava aqui a fazer, já nem podia falar com ela. Os meus pais para me protegerem… Já nem tinha telemóvel, nem nada”, recordou o concorrente, falando de uma relação que teve dos 15 aos 17 anos, antes de começar a falar da sua relação com Marlene, com quem namora desde o seu 12º ano.

Leia ainda: Fábio, Carolina ou Renata. Eis o primeiro salvo da noite

Texto: Rita Velha
Fotos: Redes sociais

PUB