Daniel Sousa: Ex-marido de Luciana Abreu foi condenado mas está à espera da pena

Daniel Sousa, ex-marido de Luciana Abreu, ouviu da boca do juiz que vai ser condenado e que só falta saber a que pena. Dívida de Yannick Djaló já vai em 150 mil euros.

16 Abr 2022 | 18:00
-A +A

O ex-marido de Luciana Abreu, que estava acusado de um crime de violência doméstica e outro de ofensa à integridade física simples contra a atriz vai, para já, ser condenado pelo primeiro crime. Ao juiz, falta agora decidir se, para além da pena, irão haver medidas adicionais, como o recurso a pulseira eletrónica ou a formação de violência doméstica para agressores. A irmã de Daniel Sousa, indiciada por este último crime, foi absolvida.

A sentença foi proferida na quarta-feira, dia 6 de abril, no Tribunal de Cascais, onde marcou presença Luciana Abreu, que chegou ao local com a sua mãe de coração, Odette Raposo. Já Daniel Sousa, que falhou a última audiência, acompanhou a leitura por vídeo-chamada.

Questionado à saída do tribunal, António Leitão, advogado da atriz, revelou estar bastante satisfeito e entre várias coisas disse queLuciana não pediu restrição de aproximação na medida em que tem botão de pânico. “A intenção da Luciana não é que o Daniel apanhe uma pena que o impossibilite de se regenerar, de se inserir na comunidade e de vir a ser pai, que essa é a grande preocupação da Luciana”, analisou.

O causídico disse também que falta ainda saber a decisão sobre o crime de ofensa à integridade física. “A prova já foi apresentada em tribunal. Resta saber se este entende que a prova justifica ou não esse tipo de crime.” Já a queixa de Luciana contra Daniel, por introdução a local vedado ao acesso público, caiu por decisão da atriz. Por concluir estão ainda outros processos. Um é o de Daniel contra Luciana, que tem a ver com o dinheiro investido por este no imóvel da atriz. Mas há ainda a questão das pensões de alimentos e de um imóvel, que implicam Yannick Djaló.

António Leitão esclarece que a questão das pensões já foi resolvida e o montante é “bastante avultado. Do que já foi decidido, acima dos 150 mil euros. Posso dizer-lhe que está previsto para junho uma audiência em tribunal, com o Yannick, se ele estiver presente, para tentar resolver a questão.” O ex-jogador pede agora que o valor das pensões seja reduzido. “Vai haver agora uma audiência em tribunal, que para analisar o incumprimento das responsabilidades dele até agora, quer na hipótese de um acordo relativamente às novas. A posição da Luciana relativamente ao que já foi decidido por sentença é indiscutível. Daqui para a frente tudo é discutível. São quatro filhas e é muito difícil gerir tudo isto”, rematou.

 

Textos: Carla Ventura (carla.ventura@impala.pt); Fotos: Arquivo Impala e Tito Calado

 

(Artigo originalmente publicado na edição nº1830 da TV 7 Dias)

 

 

PUB