Débora Monteiro CONFESSA: «nunca fui tão MAGRA como as outras»

Débora Monteiro é uma das figuras públicas mais queridas do público português. A atriz revelou alguns dos desafios com que se tem deparado como mulher e figura pública portuguesa.

14 Nov 2018 | 11:11
-A +A

Atriz, modelo, manequim e empresária. Aos 35 anos, Débora Monteiro é uma das celebridades mais versáteis e mais queridas dos portugueses. Recentemente, despediu-se da personagem da São, na novela da SIC «Paixão», mas ficar de braços cruzados não é algo a que Débora nos tenha habituado. Com apenas 14 anos começou a sua carreira na Moda. Das passerelles ao videoclip dos Fingertips, Débora chegou ao pequeno ecrã em 2006, através da personagem Helena, na produção nacional «Tempo de Viver», da TVI. Hoje, a artista já é uma presença estimada à hora de jantar, em casa de muitos portugueses.

Leia mais: Débora Monteiro revela como foi TRAMADA por Pedro Teixeira: «Não me queria beijar»

Contudo, o caminho nem sempre foi fácil para Débora. Por várias vezes, a atriz fala, com mais orgulho do que tristeza, dos tempos em que sem grandes condições não desistiu de forjar as suas próprias oportunidades, especialmente no campo profissional. Débora chegou a confessar que quando era mais nova passou graves dificuldades financeiras e que chegou a «passar fome».

No entanto, houve uma coisa que nunca faltou à artista: amor. Com uma relação muito forte e próxima com a mãe, Débora nunca escondeu os sacrifícios e o apoio que a progenitora lhe deu, ajudando-a sempre a ir à procura de concretizar os seus sonhos. «A minha mãe chegou a comprar roupas a prestação para eu ir bonita a castings», contou em lágrimas em entrevista no Alta Definição. Décadas mais tarde, ao que parece, Débora continua com sorte no amor. Numa relação de sete anos com Miguel Mouzinho, a atriz revela-se feliz e orgulhosa do relacionamento.

site da Impala esteve com Débora no lançamento da nova colecção da C&A, para voltar a ver a atriz a desfilar e, claro, para pôr a conversa em dia.

Veja ainda:Débora Monteiro surpreendida pelo namorado

 

Alguma vez sentiu pressão de corresponder a um cânone de beleza?

Senti um bocado essa pressão, sobretudo quando era mais nova e trabalhei como manequim. Claro que não tinha as medidas que tenho hoje, mas nunca fui tão magra como as outras manequins eram. Por isso, senti essa pressão, mas também fui percebendo ao longo do tempo que o meu corpo nunca ia ser igual ao de ninguém. Mas sim, houve sempre aquela pressão de que tinha de emagrecer de que tinha de fazer dieta, tenho de treinar muito mais. Houve realmente, muita dessa pressão. Hoje em dia, aceito-me.

LEIA A ENTREVISTA COMPLETA AQUI.

Texto: Mafalda Tello Silva – Redação Win – Conteúdos Digitais | Fotos: Arquivo Impala e Reprodução Instagram

 

PUB
Top