Demi Lovato despede treinador que a mantinha longe das drogas antes de overdose

A estrela norte-americana desentendeu-se com Mike Bayer que a ajudava a permanecer longe dos vícios das drogas e do álcool

26 Jul 2018 | 15:08
-A +A

Novas informações reveladas pelo The Mirror adiantam que Demi Lovato despediu o treinador pessoal Mike Bayer, com o qual mantinha uma longa relação profissional, justamente três semanas antes do sucedido caso de overdose.

Demi Lovato demitiu o treinador poucos dias antes de ser encontrada inconsciente em uma aparente overdose de drogas na sua casa em Hollywood Hills, depois de ter dado uma festa esta terça-feira, dia 24 de julho.

Veja também: Demi Lovato volta a cair nas malhas da droga? Cantora foi internada de urgência

O treinador esteve ao lado da cantora nos últimos seis anos em que Demi supostamente estava sóbria, após um período conturbado da vida em que teve de ir para a reabilitação para lutar contra a dependência de drogas.

 

Mike apareceu no seu documentário «Simply Complicated», no qual Demi falou abertamente sobre o seu abuso de substâncias, ansiedade e o transtorno bipolar.

A decisão de despedir o treinador de longa data preocupou os familiares e amigos da estrela norte-americana. Coincidência ou não, o que é certo é que, segundo relatos, as festas de Demi estavam a ficar cada vez mais violentas nos últimos meses.

Veja também:  Demi Lovato ABANDONADA pelos amigos depois de sofrer overdose

 

Ex-namorado foi visitá-la ao hostipal

 

A cantora encontra-se acordada e a recuperar no hospital, depois de ter tomado uma substância misteriosa, que a imprensa norte-americana aponta ser heroína.

Esta quarta-feira, dia 25 de julho, o seu ex-namorado Wilmer Valderrama foi visitá-la ao hospital onde está internada, rodeada de família e amigos que lhe estão a dar todo o apoio neste momento dramático.

Segundo a imprensa norte-americana, a visita do ator durou cerca de duas horas e aparentou estar triste e preocupado. Segundo fontes reveladas pelo E! News, Wilmer «estava triste e calad e notava-se que estava muito sério. Chegou sozinho e foi embora sozinho”.

 

 

 

 

 

PUB
Top