Demi Moore: vendida pela mãe por 455 euros e violada aos 15 anos

Demi Moore lança autobiografia, onde revela que a mãe a vendeu por 455 euros, acabando violada. Tinha apenas 15 anos, mas o drama marcou a vida da atriz, agora posta em livro.

25 Set 2019 | 9:50
-A +A

Aos 56 anos e com uma carreira de 38, Demi Moore ainda tem muito para contar. A atriz está agora nas bocas do Mundo, depois de lançar uma autobiografia, onde faz revelações inéditas sobre a sua vida, mas também episódios bombásticos. Na obra, a ex-mulher de Bruce Willis conta que foi violada aos 15 anos, depois de a mãe, Virginia King, a vender a um desconhecido por 455 euros.

Na sua passagem pelo programa Good Morning America, com o intuito de promover Inside Out, Demi Moore recordou o dia em que chegou a casa e deparou-se com um homem mais velho que acabou por violá-la. Neste seu traumático regresso ao passado, a ex-mulher de Bruce Willis lembrou que, no final, o desconhecido virou-se para ela e disse: «Como é que te sentes ao seres prostituída pela tua mãe por 500 dólares [455 euros]?».

Considerando que sentiu o ato «como uma violação e uma traição devastadora», Demi Moore confessou que, «do fundo do coração», não acreditava que tinha sido alvo de uma transação direta. «Mas, mesmo assim, ela deu-lhe acesso a mim e colocou-me em perigo», disse.

 

«A minha infância acabou»

 

Porém, este não foi o único episódio relatado sobre a triste e dura infância da atriz, que conhecemos em filmes como Ghost, o Espírito do Amor ou G.I.Jane. Na obra, que agora, conhece a luz do dia, são tornados públicos segredos que Demi Moore fez questão de manter escondidos até agora.

Em Inside Out, a ex-companheira do ator Ashton Kutcher deixou claro que a sua infância terminou no dia em que a mãe tentou o suicídio pela primeira vez. Moore tinha apenas 12 anos. «A minha infância acabou aí».

«Lembro-me de usar os meus dedos, os dedos pequenos de uma criança, para tentar tirar os comprimidos da boca dela», fez saber a atriz que, no ano seguinte, foi confrontada com a dura realidade de o homem que a tinha criado, de seu nome Danny Guynes, não era o seu pai verdadeiro. Na verdade, o pai biológico havia abandonado a mãe ainda antes de Demi Moore nascer.

 

A dependência do álcool

 

Neste seu livro de memórias, Demi Moore passa ainda em revista a sua relação com Ashton Kutcher, recordando que, depois de tratamentos de fertilidade, acabaria por perder, aos seis meses de gravidez, a menina que esperava. O aborto terá sido, supostamente, por causa dos seus problemas com o álcool.

Esta sua dependência data do anos 80, quando foi internada, pela primeira vez, numa clínica de reabilitação. O problema continuou até 2012, ano em que foi notícia por um colapso que teve durante uma festa.

O seu casamento com Bruce Willis, que durou cerca de 13 anos, terá sido uma das fases mais tranquilas da sua vida. Há quem diga que é por isso que continua a dar extremamente bem com o conhecido ator.

 

VEJA AINDA:
Veja os PRIMEIROS convidados do CASAMENTO da princesa Eugenie!
Glass é o final da trilogia de M. Night Shyamalan
Texto: Rita Montenegro | Fotos. Reuters e reprodução redes sociais

PUB
Top