Demolidora: “Festa é Festa” arrasa “Amor Amor” e regista máximo de audiência

“Festa é Festa”, da TVI, continua a conquistar a preferência dos espectadores e, ao terceiro episódio, não só derrotou “Amor Amor” como aumentou o fosso para a novela da SIC.

29 Abr 2021 | 15:00
-A +A

“Festa é Festa” está a revelar-se uma aposta ganhadora da TVI. Ao terceiro episódio, esta quarta-feira, a primeira novela de Roberto Pereira não só voltou a vencer “Amor Amor”, da SIC, como registou um máximo de audiência. E voltou a ser o programa mais visto do dia.

Em média, 1 milhão e 444 mil espectadores acompanharam as aventuras vividas na aldeia da Bela Vida, mais 70 mil do que no capítulo anterior. A novela da estação de Queluz de Baixo marcou 27,1% de share.

Já a trama rival agarrou à antena do canal de Paço de Arcos 1 milhão e 285 mil indivíduos, tendo assinalado 24,3% de quota de mercado. “Amor Amor” registou uma suave quebra de seis mil espectadores de um dia para o outro, aumentando o fosso que a separa de “Festa é Festa” para 159 mil espectadores – na terça-feira, tinham sido 83 mil e, no primeiro duelo, 73 mil.

Na RTP1, a série “Vento Norte” foi a mínimos, com  417 mil e 300 espectadores e 7,7% de share. O concurso “Joker”, de Vasco Palmeirim, estacionou nos 396 mil e 100 espectadores e nos 8% de quota de mercado.

 

“Bem Me Quer” e “Mulheres” também dão liderança à TVI

 

O horário nobre da TVI foi seguido de “Bem Me Quer”, que também foi líder no seu horário, com 1 milhão e 147 mil espectadores e 24,4% de share. “A Serra”, na SIC, fixou-se nos 1 milhão e 4 mil espectadores e nos 24,5% de quota de mercado. “Cá Por Casa”, que Herman José conduz na RTP1, não foi além dos 186 mil espectadores, tendo assinalado 6,3% de share.

Também a reposição da novela “Mulheres” deu a liderança à TVI, com 293 mil e 700 espectadores e 15,4% de quota de mercado, ao contrário de “Amar Demais”, com 745 mil e 500 espectadores e 21,2% de share. Já “Tempo de Amar”, na SIC, foi a mínimos, com 464 mil e 800 espectadores e 18,4% de quota de mercado.

 

SIC derrota TVI com “Casa Feliz” e “Jùlia”

 

Problemático para Cristina Ferreira, a Diretora de Entretenimento e Ficção da estação de Queluz de Baixo, mantém-se o day time. “Dois às 10” continua a ser derrotado por “Casa Feliz”. O matutino da TVI prendeu a atenção de 345 300 telespectadores, com 20,4% de share. Enquanto isso, o da SIC, líder do início ao fim, fechava as contas com 448 mil espectadores e 26,6% de quota de mercado.

À tarde, “Goucha” conseguiu ser líder durante a entrevista à advogada e candidata pelo PSD à Câmara Municipal da Amadora, Suzana Garcia. Em média, contudo, perdeu para “Júlia”. Manuel Luís Goucha deu à TVI uma audiência média de 451 mil e 300 telespectadores (17,5% de share), ao passo que Júlia Pinheiro teve 447 mil espectadores fidelizados (18,8% de quota de mercado).

A RTP1 manteve-se longe dos rivais de manhã e à tarde, com “Praça da Alegria” a ser acompanhado por 186 mil e 700 espectadores (11,4% de share) e “A Nossa Tarde” a ser visto por 201 mil e 200 espectadores (9,3% de quota de mercado).

 

Cristina Ferreira não larga o terceiro lugar com “Cristina ComVida”

 

Ao final da tarde, Cristina Ferreira continua sem conseguir sair do terceiro lugar. “Cristina ComVida” obteve, esta quarta-feira, uma audiência média de 636 mil e 900 espectadores e 15,1% de share. A vice-liderança voltou a ser entregue a “O Preço Certo”, com Fernando Mendes a conquistar 831 mil e 800 telespectadores e 19,7% de quota de mercado. Líder incontestável no horário foi, uma vez mais, a SIC, com as novelas “Viver a Vida” e “Êta Mundo Bom!”. A primeira foi vista por 793 mil e 800 espectadores (21,7% de share) e a segunda por 1 milhão e 93 mil espectadores (24,4% de quota de mercado).

Apesar dos bons resultados no horário nobre, a TVI continuou sem atingir o título de canal mais visto do dia, tendo fechado com 18,2% de share. O primeiro lugar voltou a ser da SIC, com 21,4%, e a RTP1 registou 11,2%.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Divulgação TVI

PUB
Top