Depois de 26 anos, Ana Marques DIZ ADEUS À SIC: «não gosto de despedidas»

Ana Marques despediu-se daquela que foi a sua casa durante 26 anos. A apresentadora abandonou a estação de Carnaxide esta sexta-feira, 18 de janeiro.

19 Jan 2019 | 11:19
-A +A

O percurso de Ana Marques na SIC chegou ao fim. Depois de 26 anos, a apresentadora diz adeus aquela que foi a sua casa ao em todo o percurso televisivo. A notícia foi dada esta sexta-feira, dia 18 de janeiro, através das redes sociais.

«Entrei neste edifício com 21 anos acabados de fazer. Aqui dei o grande passo no desconhecido para a profissão que define metade do meu ADN. Entre estas paredes vivi tudo: o bom, o mau, a expectativa, a desilusão, glória, surpresa, validação, entusiasmo, sonho, hesitação. Estas paredes de tijolos sabem mais de mim que alguns amigos da vida inteira. Viram-me rir e chorar centenas de vezes», começa por revelar a apresentadora.

Leia mais: ESCÂNDALO! Ana Marques ARRASA Cristina Caras Lindas

 

A ex-companheira de João Paulo Rodrigues revelou ainda que esteve na instalações da SIC pela última vez. «Hoje entrei e saí para tratar de um pequeno assunto. Não me demorei mais do que 5 minutos. Foi provavelmente a última. Não gosto de despedidas. No meu coração fechei a porta. Na memória ficam abertas todas as recordações, mais tantos amigos e a PAIXÃO única e eterna de fazer televisão. Até já Outurela 119», afirma.

O percurso de Ana Marques na SIC

Começou por apresentar o boletim meteorológico, em alternância com Ana Paula Félix e José Figueiras. Em 1994 é convidada para apresentar o programa infanto-juvenil, Buereré e dois anos depois estava à frente do Bravo Bravíssimo, um outro formato do mesmo segmento.

Ao longo do anos foi passando por outros projetos nos quais trabalhava com um público já mais adulto tal como o Capas de Revista, em 2010. A partir deste mesmo ano começa a aparecer em programas das manhãs e das tardes, substituindo os apresentadores fixos quando estes tinham que se ausentar.

Entre 2010 e 2014, Ana Marques chegou mesmo a substituir Conceição Lino no Boa Tarde, quando esta tinha o seu período de férias. É em 2013 que passa a ser comentadora do programa de social, Passadeira Vermelha, no qual trabalhou com Cláudio Ramos, Liliana Campos, Nuno Azinheira, Luísa Castel-Branco e Maria Botelho Moniz.

Espreite: Ana Marques e Cláudio Ramos têm ACIDENTE em direto

Desde o fim deste formato que a apresentadora começou a ser frequência assídua em programas como Querida Júlia, apresentado por Júlia Pinheiro, e Queridas Manhãs, programa no qual se iniciou como repórter, acabando depois por ser convidada a assumir a apresentação do mesmo após a saída de Júlia Pinheiro.

Já no início de 2019, e pouco tempo depois de ter terminado o Queridas Manhãs, Ana Marques apresentou ainda três emissões especiais do programa Alô Portugal, ao lado de José Figueiras.

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais; Fotos: Impala e Reprodução Instagram

 

PUB
Top