Deputado assume que tem «problema de alcoolismo» e denuncia «ataques inaceitáveis»

Um deputado do PSD admitiu, esta quinta-feira, que luta contra um «problema de alcoolismo». «Além do sofrimento pessoal em que estou mergulhado, tenho sofrido ataques pessoais inaceitáveis», diz.

20 Fev 2020 | 19:30
-A +A

Pedro Rodrigues justificou a sua ausência do debate e votação sobre a despenalização da eutanásia, no Parlamento, com uma revelação surpreendente. O ex-líder da JSD e deputado do PSD assumiu, esta quinta-feira, 20 de fevereiro, que tem um problema de alcoolismo e garante que tem «sofrido ataques pessoais inaceitáveis», depois de ter encabeçado uma proposta de referendo à eutanásia contra a vontade da direção do PSD.

«Sim, tenho um problema de alcoolismo. É um tema que apenas diz respeito à minha intimidade e à minha família. Tenho vivido esse tema com o firme apoio da minha mulher e da minha família. Decidi hoje assumi-lo porque além do sofrimento pessoal em que estou mergulhado tenho sofrido ataques pessoais inaceitáveis», escreve no Facebook.

 

«Peço desculpa aos que acreditam em mim», diz Pedro Rodrigues

 

«A ideia de que não posso assumir uma posição politica de principio, porque alguém considera que não sou capaz, é algo que me repugna profundamente. Não estarei hoje na Assembleia da Republica como devia. Peço desculpa aos que acreditam em mim. Mas não consigo fazê-lo… Estarei junto dos meus sempre… Mas jamais deixarei de lutar intransigentemente por aquilo em que acredito…», finaliza.

 

 

Texto: Marta Amorim com Dúlio Silva; Fotografias: reprodução redes sociais

PUB
Top