Despida na parte de cima: Cristina Ferreira revela faceta atrevida e conquista fãs

Cristina Ferreira partilhou uma fotografia em que surge de costas, despida na parte de cima do corpo, e ninguém ficou indiferente. “Foquem nas calças”, pediu a apresentadora, em tom de brincadeira.

28 Nov 2021 | 17:25
-A +A

Cristina Ferreira terminou a noite deste sábado, 27 de novembro, com uma fotografia muito atrevida nas redes sociais. A Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, que marcou presença no concerto de Tony Carreira, partilhou uma imagem em que surge de costas, despida na parte de cima do corpo.

“Sábado à noite. Foquem nas calças”, legendou o registo fotográfico.

“Toda a gente vai reparar só nas calças, obviamente”, brincou Zé Lopes. “A Barbie está on fire!”, “Que foto linda”, “Uma metade de sensualidade que satisfaz” e “Que sexy!” são outros comentários visíveis.

Veja a fotografia em questão de Cristina Ferreira na nossa galeria.

 

SIC quer que Cristina Ferreira pague 20 milhões de euros

 

O processo que opõe Cristina Ferreira à SIC continua a decorrer em tribunal – tendo já sofrido um atraso – mas as duas partes têm visões diferentes em relação à indemnização que a apresentadora tem de pagar à estação de Paço de Arcos por quebra unilateral de contrato, em julho de 2020.

A SIC pede uma indemnização a Cristina Ferreira de mais de 20 milhões de euros, mas a atual diretora de Entretenimento e Ficção da TVI quer pagar apenas pouco mais de dois milhões. A revista Sábado, que teve acesso a informações que constam no processo, revela como foram feitas as contas para que a SIC chegasse a este valor e a razão pela qual a apresentadora quer baixar o valor da indemnização.

Com a saída de Cristina Ferreira, a SIC alega ter perdido várias receitas. De acordo com os documentos a que a mesma publicação teve acesso, a chegada da apresentadora ao canal levou a um “acréscimo da receita anual” na ordem dos 2,75 milhões de euros líquidos em publicidade, e 2,76 milhões a mais em ações comerciais, quando comparado com o ano anterior.

Assim, a sua saída terá feito a SIC perder 6,65 milhões de euros em publicidade (uma média de 229, 4 mil euros por mês) e quase o mesmo em ações comerciais: 6,67 milhões de euros (cerca de 229,97 mil euros mensais). A tudo isto, o canal soma ainda as chamadas de valor acrescentado: depois de retirados os 21 cêntimos pagos às operadoras, perdeu cerca de 11 milhões de euros.

 

A defesa de Cristina Ferreira faz contas diferentes… Leia tudo aqui.

 

Texto: Ivan Silva e Patrícia Correia Branco; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais 

PUB