Arrependido, Diogo Amaral fala do vício das drogas: «Não vais morrer na m****, desfeito»

Diogo Amaral faz revelações sobre o vício das drogas. O ator arrepende-se de não ter aproveitado parte da vida do filho Mateus.

07 Mar 2020 | 11:20
-A +A

Diogo Amaral superou o vício das drogas, mas não esquece os maus momentos que viveu. O ator lamenta que não tenha aproveitado parte da filha do filho Mateus – fruto da relação com Vera Kolodzig – devido ao facto de ser dependente.

O ator que dá vida à personagem Marco Paulo da novela Terra Brava, da SIC, diz, em entrevista GQ, que agora é uma «pessoa muito melhor» depois de ter caído «do cavalo», termo que usa para definir a dependência de substâncias ilícitas.

«Ainda bem que caí do cavalo. É verdade, eu não troco nada do que me aconteceu na vida. Porque não é aquela história do ‘tens de te levantar’; não, meu, tu tens é de saber cair. E depois cair com mais estilo», refere. «Agora olho para certas coisas de outra maneira».

O amigo que morreu de overdose

Na mesma entrevista, conta que fez um grande amigo na Clínica de Reabilitação onde esteve internado, na Escócia, mas este morreu de overdose. «O meu melhor amigo que eu fiz lá morreu uns dias antes de ir ao Programa da Cristina. Foi overdose».

De recordar que Diogo Amaral falou pela primeira vez publicamente sobre o vício das drogas na emissão de dia 4 de julho de 2019 d’O Programa da Cristina. Cristina Ferreira ficou surpreendida com a revelação e não conteve as emoções.

«Quero levar muito a sério esse tratamento porque eu já conheço os dois caminhos, sei que só existem dois e que morres no fim nos dois. Pá, mas não vais morrer na m****, desfeito, a tua família, os teus filhos, todos de quem tu gostas, às tantas perdes tudo, é mesmo decadente e mesmo feio. O outro caminho, bom, é muito melhor» .

O grande arrependimento de Diogo Amaral

Aliviado por ter tornado o seu problema público e por ter conseguido superá-lo, Diogo Amaral tem um grande arrependimento:  não ter aproveitado partes da vida do filho mais velho. «Eu fumava e fumei charros durante anos, eu vivia anestesiado, era muito mais parvo, muito mais parvo e vazio. E sem interesse pelas coisas, e sem valorizar as coisas que tinha. […] Custa-me muito  dizer isto, mas eu fumava charros e o meu filho Mateus já existia. O Oliver foi concebido uns meses depois de eu chegar da clínica. E… há uma parte do Mateus… não é que eu não me lembre, que eu lembro-me, mas não aproveitei da mesma maneira. Hoje em dia olho para os olhos do meu filho de uma maneira completamente diferente.»

Diogo Amaral é pai de Mateus, de sete anos, fruto do antigo relacionamento com a atriz Vera Kolodzig. O ator é ainda pai de Oliver, de oito meses, fruto da relação já terminada com Jessica Athayde.

Em entrevista a Cristina Ferreira, Diogo Amaral confessou que Jessica Athayde foi muito importante para que o ator pudesse superar o vício das drogas.

Texto: Ricardina Batista; Fotos: Reprodução Instagram e Arquivo Impala
Veja também:
Diogo Amaral deixa aviso a Jessica Athayde!
O pormenor da foto de Jessica Athayde em biquíni que não deixa Diogo Amaral indiferente!
Diogo Amaral revela como se sente, meses depois de confessar ter consumido drogas

PUB
Top