Diogo assume luta contra depressão e fala em desistir do Big Brother 2020

O concorrente do Big Brother 2020 afirmou que está a travar uma luta contra a depressão e que não está a conseguir gerir emocionalmente o assunto. «Só me apetece estar sozinho», disse.

02 Jul 2020 | 20:10
-A +A

Uma viagem ao passado levou Noélia a recordar com os colegas episódios tristes da sua vida. Já aí os espectadores atentos do TVI Reality deram conta do ar perturbado com que Diogo ouviu este testemunho. O especialista em Marketing Digital tentou esconder as lágrimas que escorriam pelo seu rosto e, depois, isolou-se dos outros concorrentes do Big Brother 2020 no quarto do líder.

Mais tarde, no confessionário, Diogo confessou ao soberano que está «deprimido»«Não estou com vontade de fazer nada. Só me apetece estar sozinho. Está um dia de sol incrível lá fora e eu só estou bem no escuro. Sinto-me triste», disse o participante, em imagens só tornadas públicas pela TVI no Diário desta quinta-feira do reality show.

Não se trata de um estado de espírito, mas de uma luta contra a depressão, como o próprio fez questão de contar. «Eu preciso de ir mais a fundo para mim próprio, para sentir o porquê de estar aqui e para continuar a perceber o porquê de querer continuar a estar aqui. Porque nada me impede, neste momento, de fazer as malinhas e ir à minha vida. Estou com uma depressão. Já percebi, não há mal nenhum», tentou relativizar o líder da semana na casa mais vigiada do País.

Diogo mostrou ainda ter consciência de que tem, na casa do Big Brother 2020, todas as ferramentas de que necessita para contrariar a profunda tristeza que sente. «Aqui, tenho tudo do que preciso para sair da depressão. É divertido, tenho atividades, tenho pessoas de que gosto e que me rodeiam, estou com uma semana de liderança que é fixe. Agora, ok, não vamos dormir… Na boa. Eu tenho é de me preparar emocionalmente para isso tudo e não estou a conseguir gerir isso tudo», afirmou, aludindo ao desafio proposto pelo soberano, no qual, a pares, os concorrentes teriam de estar a tocar numa árvore durante 24 horas.

Estas afirmações foram feitas horas antes de Diogo e Ana Catharina não terem conseguido resistir mais à tentação e de se terem beijado intensamente na boca por diversas vezes. (Re)Veja essas imagens aqui.

 

Recebe apoio psicológico todas as semanas

 

Há uma semana, deu-se início a uma iniciativa inédita na história do Big Brother 2020. Os utilizadores da aplicação oficial do reality show da TVI foram desafiados a escolher um dos 12 concorrentes que continuam a habitar na casa mais vigiada do País para lhe colocarem questões. Diogo foi o mais votado e, esta sexta-feira, esteve no confessionário para cumprir o repto lançado pelo soberano.

O primeiro assunto a ser abordado deu logo pano para mangas. «Gostaria de saber como consegues ter essa calma toda», disse uma fã do especialista em Marketing Digital. E foi então que o participante revelou que faz questão de ter, semanalmente, um encontro com a psicóloga que a produção dispõe a todos os concorrentes.

«Ui… Vou ser muito sincero. De facto, nesta experiência, a meu ver, temos de ter um enorme autocontrolo. Segundo as regras deste programa, nós temos disponível um psicólogo todas as semanas e é, de facto, isso que utilizo para poder autocontrolar-me, para poder acalmar-me e para poder pensar antes de responder ao que quer que seja», começou por dizer.

Com isto, Diogo dá continuidade ao acompanhamento psicológico que já tinha antes de concorrer ao Big Brother 2020. «Se, no meu dia-a-dia, já tinha de ter isso na minha vida, imagina num programa de televisão onde a pressão, a intensidade e os outros nos rodeiam», respondeu à espectadora.

Leia tudo aqui.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top