Diogo Carmona condenado a 4 anos de prisão com pena suspensa

O ator Diogo Carmona foi condenado no processo em que era acusado pelo Ministério Público de violência doméstica contra uma avó e ofensas à integridade física à mãe.

22 Jun 2020 | 14:59
-A +A

O ator Diogo Carmona, de 23 anos, foi condenado a 4 anos de prisão, com pena suspensa, pelo Tribunal de Cascais. Em causa está o processo interposto pelo Ministério Público em que acusava o jovem intérprete de violência doméstica contra a avó materna e ofensas à integridade física à mãe.

O ator estava acusado pelo Ministério Público e o tribunal deu como provados cinco crimes de ameaça à integridade física qualificada e um crime de ameaça agravada contra a mãe, Patrícia Carmona, e dois crimes de violência doméstica contra a avó materna.

O Tribunal de Cascais ordenou ainda que, durante os próximos dois anos e meio, Diogo Carmona não se pode aproximar a menos de 400 metros da avó e da residência da mesma, e a Justiça vai usar meios tecnológicos para garantir que o ator cumpre a distância obrigatória.

Diogo Carmona terá também de frequentar um programa de reinserção social para arguidos em processos de violência doméstica e terá de pagar mil euros de indemnização à avó, bem como 91 euros à mãe, referentes a despesas hospitalares. Quando a juíza leu o valor da indemnização, Diogo Carmona riu-se e afirmou: «Isso é o que a SIC me paga em dois dias de trabalho».

No final da audiência, a avó paterna do ator – com a qual este está a viver atualmente – exaltou-se e acusou a juíza, dizendo que esta não devia ser mãe. Acusou ainda a mãe de Diogo de tentar matar o neto.

 

Texto: Carla Ventura com Patrícia Correia Branco e Dúlio Silva; Fotografias: Arquivo Impala

 

Veja mais:
«Vaca. P***»! Mãe de Diogo Carmona acusa ator de violência doméstica: «Socos, chapadas»
Diogo Carmona regressa à ficção nacional em Golpe de Sorte

PUB