Diogo Carmona já fez as pazes com a mãe. Ator conta tudo sobre a sua vida em livro

Diogo Carmona conta em livro todo o seu percurso que passou por excessos, problemas psicológicos e um acidente que lhe mudou a vida. Porém, desde o final do ano passado, reatou a relação com a mãe.

03 Abr 2021 | 8:50
-A +A

“Há muitos anos deixei de ter uma figura maternal, olhando para trás, talvez ela nunca tenha existido no verdadeiro sentido da palavra. Hoje – e, provavelmente, para sempre – esta mulher é apenas a pessoa que me trouxe a este mundo e também a que mais me fez sofrer”, escreve Diogo Carmona no seu livro autobiográfico, “Contra Todas as Probabilidades”, referindo-se à sua relação com a mãe, Patrícia Carmona, com quem se envolveu em fortes discussões durante vários anos, que culminaram num processo de violência doméstica, no qual acabou condenado.

De acordo com o livro, que chega às livrarias no dia 7 de abril, a última vez em que falaram foi em novembro de 2019. O reencontro só aconteceu a 22 de junho do ano seguinte, no Tribunal de Cascais, onde o processo foi julgado. No entanto, muita coisa mudou desde que a obra foi escrita e, tal como diz o título, contra todas as probabilidades, as pazes foram feitas!

Na sua obra autobiográfica, Diogo Carmona faz questão de explicar muitos dos conflitos que teve com a mãe e todos os acontecimentos que se sucederam, entre eles o consumo de drogas e álcool, os problemas na Escola Profissional de Teatro de Cascais, os internamentos por motivos psiquiátricos, o acidente do dia 26 de outubro, que o fez perder parte da perna esquerda, e a dolorosa recuperação.

 

Leia a história completa sobre Diogo Carmona na edição desta semana da TV 7 Dias. Já nas bancas!

 

TV 7 Dias

 

Texto: Carla Ventura (carla.ventura@impala.pt); Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top