Diogo salvo da expulsão! Mais odiado lidera votação com 24%

Diogo era o nomeado menos votado pelo público até ao final da tarde desta quinta-feira e deixa, por isso, de estar em risco de deixar o Big Brother 2020 no próximo domingo.

25 Jun 2020 | 19:47
-A +A

A semana é de recorde de nomeados no Big Brother 2020. Mas há agora menos um a votação. Diogo era o menos votado pelo público até ao final da tarde desta quinta-feira, no momento em que Cláudio Ramos suspendeu temporariamente as linhas telefónicas. Nesse instante, o especialista em Marketing Digital tinha apenas 5% dos votos.

Em risco de abandonar o reality show da TVI no próximo domingo continuam Ana Catharina, Daniel Monteiro, Jéssica, Noélia, Pedro Alves e Sandrina. O mais votado soma, até ao momento, 24% dos votos, mas a identidade do nomeado não foi revelada. Os restantes, por ordem ascendente, têm 8%, 13%, dois com 16% e 18%. As votações foram, entretanto, reabertas.

 

 

Jéssica e Pedro Alves em «protesto»

 

Na sequência da acesa discussão com Noélia e das polémicas afirmações sobre as mulheres de nacionalidade brasileira – «São de uma raça… Elas são da favela!», afirmou -, Sónia foi punida pelo Big Brother nesta quarta-feira. A vendedora ambulante de Vila Nova de Gaia deixou de ser, desde aquele momento, a líder da casa mais vigiada do País e ficou automaticamente nomeada para a próxima semana.

Já esta quinta-feira, o Big Brother ordenou os concorrentes a definirem quais dos quatro habitantes da sua casa que não estão nomeados – Daniel Guerreiro, Iury, Soraia e Teresa – deveria ocupar o lugar deixado vago por Sónia. A escolha teria de resultar de um consenso entre o grupo.

Chegada a vez de Pedro Alves e Jéssica anunciarem a sua posição, estes abstiveram-se de participar na votação «em forma de protesto», por não concordarem que o título de líder tivesse sido retirado a nortenha. Sandrina e Teresa também participaram no boicote. Os restantes chegaram a um consenso e, depois de opiniões divididas entre Teresa e Daniel Guerreiro, elegeram Teresa como a nova líder.

Pedro Alves sugeriu, então, ao grupo que Teresa fosse «a porta-voz de Sónia», ou seja, que Teresa não assumisse a liderança em pleno. A sugestão foi aceite pela nova líder da casa do Big Brother 2020.

 

Casal em rutura: «És bipolar!»

 

Na noite desta quarta-feira, Jéssica e Pedro Alves tiveram um conflito, supostamente causado por a empresária da Suíça ter recusado que o namorado lhe servisse o jantar. No quarto do líder, onde estão a dormir esta semana, por escolha de Sónia, o confronto deu-se.

«Estou farta de discussões inúteis», disse ela, num tom elevado. «Não berres! Porque me estás a berrar? Eu ouço bem…», atirou o jovem de Penafiel. A determinado momento, Jéssica assumiu-se «farta» destes momentos de tensão. E repetiu: «Estou farta! Se não gostas, vira-te para outro lado.»

«Estás a contradizer-te. […] És bipolar, estás a ser bipolar!», chegou mesmo a dizer Pedro Alves. Uma afirmação que levou Jéssica a assumir uma postura firme. Para ela, o que acabara de ouvir era «imperdoável». «É imperdoável, é imperdoável, é imperdoável», vincou.

 

Veja as imagens na galeria!

 

Já em conversa com Sandrina, a jovem disse-se «farta» dos «filmes» criados pelo namorado. Depois, alentejana foi consolar Pedro Alves, que ficara em lágrimas após esta contenda. O casal fez as pazes no decorrer dessa mesma noite.

 

VEJA TAMBÉM:
«Cala-te! Cala-te!» Depois de Sónia, é Daniel Monteiro quem ataca Noélia
Jéssica e Teresa partem a loiça toda! «Que mentirosa! És uma mal-educada!»
«O Pedro Alves e a Jéssica são umas cobras. Aquilo é um casal fake»

 

Texto: Dúlio Silva; Fotografias: reprodução TVI e redes sociais

PUB