Do PALCO DA SIC para os PALCOS DE PORTUGAL! ÍDOLOS recordam onde tudo começou

A passagem pelo talent show da SIC Ídolos foi uma rampa de lançamento para vários artistas do mundo musical português. Carolina Deslandes, Salvador Sobral e Luciana Abreu são alguns exemplos.

28 Fev 2019 | 10:20
-A +A

Carlos Costa e Carolina Deslandes deram a conhecer o seu talento como músicos ao público português no talent show Ídolos, da SIC. Esta quinta-feira, 28 de fevereiro, os artistas recordaram a participação no programa e deixaram uma mensagem saudosista através das redes sociais.

«Vi esta foto e tive um ataque de riso. Isto foi tirado em 2010, durante a época de casting do ídolos. O que me fez rir é que passaram quase 10 anos e eu visto-me exactamente da mesma maneira, continuo a andar de mochila e sou exactamente igual», partilhou Carolina Deslandes, que alcançou o terceiro lugar do pódio na quarta edição do programa.

Já Carlos Costa foi mais longe e partilhou um vídeo do momento em que lhe foi dito que passou à final. «Ídolos – 10 anos!», escreveu o terceiro finalista da terceira edição do talent show.

Leia ainda: Carlos Costa canta canção de Conan Osíris e SAI EM DEFESA do finalista do festival

 

 

Os artistas portugueses que se lançaram no programa da SIC

A primeira edição do Ídolos estreou-se em setembro de 2003 e, desde então, foram vários os artistas que saíram do talent show para os palcos profissionais. Nuno Norte, o vencedor da primeira edição, e Luísa Sobral, que alcançou o terceiro lugar na mesma temporada, foram os primeiros nomes a sair do concurso para o mundo da música. Já na segunda edição – de 2004 a 2005-, foi Sérgio Lucas quem levou o título de vencedor.

Da segunda para a terceira edição passaram-se quatro anos e dessa temporada tornaram-se conhecidos Filipe Pinto, o vencedor, e Carlos Costa, que alcançou o terceiro lugar.

Um ano depois, é transmitida a quarta edição do talent show e, apesar de não ter seguido carreira profissional, foi Sandra Pereira quem levou o título de vencedora. Martim Vicente, no segundo lugar, e Carolina Deslandes, no terceiro lugar, tornaram-se artistas conhecidos do público.

Na quinta edição, em 2012, foi Diogo Piçarra quem alcançou a vitória, tendo três anos depois lançado o seu primeiro disco. Na sexta e última edição, em 2015, João Couto levou a vitória. O primeiro disco do vencedor foi lançado em março de 2018.

Apesar de não terem conquistado um lugar no pódio, Luciana Abreu, que alcançou o sexto lugar na segunda edição, Carolina Torres, o sexto na terceira, e Salvador Sobral, o sétimo também na terceira, saíram do talent show e tornaram-se músicos conhecidos em Portugal.

Salvador Sobral deu a vitória a Portugal na Eurovisão em 2018.

Texto: Sílvia Abreu/ Fotos: Impala e Redes Sociais

PUB
Top