Doença no “Big Brother”: Pedro alega que Bruno Savate está a lutar contra depressão

Pedro Fonseca, expulso do “Big Brother” este domingo, afirmou que Bruno Savate está a lutar contra uma depressão dentro do reality show da TVI. Contou, contudo, que nunca o viu a medicar-se.

08 Fev 2021 | 15:00
-A +A

Pedro Fonseca afirmou que Bruno Savate está a lutar contra uma depressão dentro da casa do “Big Brother”. Em declarações aos jornalistas, poucas horas depois de ter sido expulso do reality show da TVI, o ilusionista afirmou que o tratamento que o concorrente de Gondomar poderá estar a fazer já começou antes de entrar na luxuosa mansão da Ericeira.

“Quando ele falou da proteção dos animais, contou que tinha tido um gato [que morreu]. Depois, esteve sozinho em casa na quarentena e começou a ficar deprimido. Teve de fazer esse tratamento, como pode acontecer com qualquer pessoa. Eu fui dar-lhe um abraço e perguntei-lhe: ‘Foi só o gato ou teve mais coisas?’. E ele disse que foi uma fase da vida em que esteve mal e a morte do gato foi o espoletar dessa situação. Aí, até o compreendi melhor”, começou por contar o agora ex-concorrente do “Duplo Impacto”.

“Ele próprio disse que ainda estava a ser acompanhado. Se calhar, ainda pode estar a tomar [medicação], mas não é isso que o acalma mais, é só para a depressão. Se repararem, com o Cláudio [Coelho], o Bruno achou injusto o que ele disse e enervou-se com o Cláudio”, atirou ainda o Pedro Fonseca.

 

Pedro contra declarações de Teresa sobre Bruno Savate

 

A verdade é que Pedro Fonseca não viu, efetivamente, Bruno Savate a tomar medicação. “Eu não sei se ele está ou não, não faço ideia. Nunca vi”, esclareceu.

Porém, o ex-concorrente do “Big Brother” não concordou com o facto de Teresa Silva, também ela ex-participante do programa, ter passado essa informação para fora da casa mais vigiada do País. “Achei muito mal dizerem que ele tomava comprimidos para se acalmar, porque não acho que era nada disso.”

Pedro confessou ainda que, no início, ficou de “pé atrás” com o nortenho. Depois, os dois conheceram-se melhor com a sua passagem pelo “Big Brother” e acabaram por criar um laço dentro do reality show. “Não foi fácil. Fiquei de pé atrás em relação a ele. Para eu confiar nele, ele mostrou muita coisa da vida dele. Fiquei mesmo a conhecê-lo. Foi aí que até ficamos mais amigos. Ele disse-me que tinha um gato, tirou as calças e mostrou a tatuagem do gato. Ele confessou a mim e à Joana, num momento de coragem, que estava a tratar uma depressão“, alegou o também comissário de bordo.

Bruno Savate tinha dois gatos. Um dos seus animais de estimação teve, aos sete anos, morte súbita.

 

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Divulgação TVI e reprodução redes sociais

PUB
Top