«Vou para a minha terra». Dolores Aveiro passa testemunho a Georgina Rodriguez

A mãe do craque madeirense revela que não vai viver em Turim com o filho e os netos. Agora, é a vez de Georgina Rodriguez assumir o papel de dona da casa CR7.

17 Jul 2018 | 12:51
-A +A

Cristiano Ronaldo foi apresentado oficialmente como jogador da Juventus esta segunda-feira, 16 de julho. O internacional português trocou o Real Madrid pelo clube italiano e mudou-se de «armas e bagagens» para Turim.

Veja: as declarações EXCLUSIVAS de Dolores Aveiro

Mas esta não é a única mudança na vida do craque. Se na altura em que se mudou para Espanha, CR7 fez questão de levar a mãe para morar consigo e ajudar na educação do filho Cristianinho, de oito anos, o mesmo não vai acontecer agora em Itália.

«Eu vou para a minha terra e venho aqui de vez em quando»

Ronaldo vai viver apenas com a companheira, Georgina Rodríguez, e os quatro filhos. E dona Dolores vai voltar para a sua terra natal, para a Ilha da Madeira, como a própria confirmou esta segunda-feira em Turim.

«Não vou viver aqui. O Ronaldo vem com os filhos e a companheira, eu vou para a minha terra e venho aqui de vez em quando», revelou a matriarca do clã Aveiro.

«Ele está feliz aqui e tenho de apoiá-lo», acrescentou Dolores. 

O craque e a espanhola, de 24 anos, estão juntos há cerca de dois anos. E desde cedo que Gio se assume como mãe dos filhos do jogador (Cristianinho e os gémeos Eva e Mateo, de um ano), papel que se tornou mais forte após o nascimento da única filha que têm em comum, Alana Martina, de 8 meses.

Fotos: reprodução Instagram e D.R.

PUB
Top