Dolores Aveiro com «prognóstico reservado», revela hospital

Dolores Aveiro sofreu um AVC esta terça-feira de madrugada. O Hospital Nélio Mendonça, no Funchal. revelou pormenores da evolução do estado de saúde da mãe de Cristiano Ronaldo.

04 Mar 2020 | 9:07
-A +A

24 horas depois de ter sido internada de urgência, após sofrer um acidente vascular cerebral, Dolores Aveiro permanece no Hospital Nélio Mendonça, no Funchal. O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) divulgou ao final da tarde de terça-feira, 3 de março, um comunicado onde avança que a mãe de Cristiano Ronaldo, tem «prognóstico reservado».

Um cenário que, de resto, é comum a todos os pacientes com um quadro clínico semelhante. «O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira confirma a entrada da utente D. Dolores Aveiro, na madrugada de hoje, 3 de março, com um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquémico, com pouco tempo de evolução, o que permitiu a realização de duas terapêuticas de recanalização vascular, a química (trombólise) e a mecânica (trombectomia). Estas terapêuticas contribuem para a melhoria do prognóstico. Até ao momento, a evolução da situação clínica decorre conforme esperado», pode ler-se num comunicado enviado às redações. A missiva ressalva ainda que «o AVC, na sua fase aguda tem sempre um prognóstico reservado». 

Cristiano Ronaldo viajou de urgência para a Madeira

10 horas depois de a mãe ter dado entrada no hospital, Cristiano Ronaldo aterrava na Madeira. O futebolista português, que deverá jogar ainda hoje frente ao AC Milan, viajou de Madrid até ao Funchal acompanhado da namorada, Georgina Rodriguez e do filho mais velho, Cristianinho. O futebolista estava na capital espanhola desde domingo, dia em que assistiu ao Real Madrid – Barcelona.

Hugo e Elma também visitaram a mãe e, à saída do hospital, o irmão de Cristiano Ronaldo revelou alguns pormenores sobre o estado de saúde da mãe. «Está tudo bem», afiançou Hugo, dizendo que Dolores Aveiro gostou de ver os filhos «todos juntos». «Está tudo bem, Graças a Deus», disse ainda o irmão de CR7. Ao final da tarde de ontem, Cristiano Ronaldo recorreu às redes sociais para dizer que a mãe está «estável e a recuperar».

Dolores Aveiro tem 65 anos e, no passado, já lutou contra dois cancros, ambos nas mamas. A luta contra a doença oncológica aconteceu em 2008 e em 2018. Este segundo cancro foi mantido em segredo e só revelado em fevereiro de 2019. «Fui operada aos peitos. Ninguém sabe do segundo. Fui operada em Madrid, fiz radioterapia. E agora luto pela vida», disse em entrevista à SIC, à margem de uma apresentação de azeites.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala e redes sociais

 

 

Veja mais:
Cristiano Ronaldo quebra o silêncio sobre a mãe: «Está estável e a recuperar»
112 chamado às 04h15! Tudo o que se sabe sobre o internamento de Dolores Aveiro

PUB
Top