Donald e Melania Trump infetados com Covid-19: «Vamos ultrapassar isto juntos»

Presidente norte-americano e primeira dama dos EUA contraíram o novo coronavírus depois de uma conselheira presidencial ser diagnosticada esta quinta-feira.

03 Out 2020 | 8:10
-A +A

Donald Trump está infectado com o novo coronavírus, bem como a primeira-dama Melania Trump. A informação foi avançada pelo próprio presidente norte-americano esta madrugada, 2 de outubro, através das redes sociais.

«Esta noite, Melania e eu testamos positivo para a covid-19. Vamos começar o nosso processo de quarentena e recuperação imediatamente. Vamos ultrapassar isto juntos», escreveu no Twitter.

«Estamos a sentir-nos bem»

Melania Trump também confirmou, na mesma rede social, que o casal está infectado. «Como muitos americanos fizeram este ano, Donald Trump e eu estamos em quarentena em casa depois de um teste positivo à covid-19. Estamos a sentir-nos bem e adiamos todos os compromissos dos próximos tempos. Por favor, certifiquem-se de que estão seguros e ultrapassaremos isto juntos», pode ler-se.

O casal infetado cumpre agora quarentena na Casa Branca, depois de uma das suas conselheiras, Hope Hicks, ter testado positivo à Covid-19 esta quinta-feira, 1 de outubro.

O médico do Presidente norte-americano, Sean P. Conley, confirmou que os dois estão infectados e que «planeiam permanecer em casa dentro da Casa Branca durante a convalescença». Não disse, no entanto, se Trum e Melania tem sintomas da doença. «A equipa médica da Casa Branca e eu vamos manter uma vigilância, e agradeço o apoio prestado por alguns dos maiores profissionais e instituições médicas do nosso país. Fiquem descansados, espero que o Presidente continue a desempenhar as suas funções sem interrupções durante a recuperação, e manter-vos-ei informados sobre quaisquer desenvolvimentos futuros», avançou em comunicado citado pelo jornal The New York Times.

De realçar que o chefe de Estado tem 74 anos de idade e, como tal, está inserido num dos grupos de risco da covid-19. Trump contrai o novo coronavírus depois de longos meses a menorizar a ameaça do novo coronavírus nos EUA, onde a doença já matou mais de 200 mil norte-americanos,

Donald Trump irá ter de ficar em isolamento, o que vem condicionar a sua campanha eleitoral para as eleições presidenciais, marcadas para 3 de Novembro.

Texto: Inês Neves; Fotos: redes sociais

 

Veja também:
Donald Trump sugere que há vacina contra a SIDA
Donald Trump manda Melania sorrir para a foto (VÍDEO)

 

PUB
Top