E se LEONOR SEIXAS tivesse CONHECIDO HITLER AOS 17 ANOS?

Esta é a premissa de A Última Ceia, peça de teatro que conta com Leonor Seixas, André Nunes, Carlo Porto e João Cabral nos principais papéis.

12 Abr 2019 | 7:45
-A +A

Mesmo a tempo das comemorações dos 45 anos da Revolução de Abril, o Teatro da Luz recebe A Última Ceia. A peça de teatro, com estreia agendada para 25 de abril, às 22h00, é uma iniciativa da Companhia da Esquina.

O argumento da trama, que concentra todas as personagens em torno de uma mesa, é simples: «E se tivessem conhecido Hitler aos dezassete anos?».

Este é o ponto de partida pelo qual cinco candidatos a doutoramento, que moram juntos, decidem convidar pessoas para jantar. Mas estas figuras convidadas, tendenciosamente liberais nas suas opiniões políticas, surpreendem os anfitriões.

 

Convidados vão morrer

 

O inevitável e radical debate político deixa o clima tenso e violento e desperta ódios e memórias amargas. Os convidados podem beber e comer o jantar, mas irão inevitavelmente morrer.

A Última Ceia, encenada por Jorge Gomes Ribeiro, conta com um elenco de luxo: André Nunes, João Cabral, José Mateus, Leonor Seixas, Pedro Diogo, Rita Fernandes e Ana Patrícia Ramos, Carlo Porto, Inês Patrício, João Cabral, João Ruela, Lídia Muñoz, Pedro Martinho, Pedro Pernas e Quimbé.

 

A Última Ceia estreia a 25 de abril no Teatro da Luz, em Lisboa.

 

Texto: Redação WIN – Conteúdos Digitais | Fotos: DR

PUB
Top