Eduardo Barroso explica saída de Prolongamento: «Aquilo atingiu níveis… Tive muita pena»

O médico-cirurgião Eduardo Barroso foi o entrevistado deste sábado de Conta-me como És e recordou um dos episódios mais polémicos da sua carreira de comentador desportivo.

15 Dez 2018 | 20:20
-A +A

Sportinguista ferrenho, Eduardo Barroso habituou os telespectadores a ser uma presença assídua nos programas de comentário futebolístico. Porém, há três anos, o médico-cirurgião disse ‘basta’ e abandonou, em pleno direto, o programa da TVI24, Prolongamento.

 

Veja mais: Filomena Cautela defende Pedro Guerra

 

«Tive que abandonar um programa. Estes programas às vezes têm pessoas que estão abaixo da qualidade mínima humana e torna-se difícil dialogar com elas. E mais não digo senão entramos neste palco. Aquilo atingiu níveis… Tive muita pena», confessa.

Na altura, Eduardo Barroso cumprimentou todos os intervenientes, exceto Pedro Guerra, com quem tinha constantes desaguisados.

Recorde aqui esse momento

 

Marcelo Rebelo de Sousa deixa uma mensagem ao amigo

 

Bem antes de ser Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa já era um dos melhores amigos do cirurgião. Numa mensagem sentida deixada ao médico, o professor refere que «em todas as facetas» o amigo é «uma personalidade especial (…) Excecional em todas as vertentes».

 

Veja mais: Saiba como Marcelo celebrou o 70º aniversário!

 

Em resposta, o comentador desportivo refere: «o Marcelo nunca faltou a nada do que foi importante na minha vida».

Por último, partilha uma recordação curiosa: «Aos 10 anos, eu disse ao meu primo João Soares: ‘O Marcelo vai ser Presidente do Conselho’», certo é que se realizou. «Sempre achei que ele era mais inteligente do que eu», termina dizendo.

 

Texto: Joana Rebelo | Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top