Eduardo Madeira: “Houve fãs que não perdoaram”

à TV 7 Dias, o humorista explica por que já não tem contrato com a TVI, faz balanço do programa A Máscara, tem de perder 15 quilos e conta que foi convidado para série internacional.

29 Fev 2024 | 14:30
-A +A

TV 7 Dias – Foi recentemente descoberto em A Máscara. Como foi participar no programa da SIC?

Eduardo Madeira – Foi muito giro e divertido. É um programa que ainda tem alguma originalidade, não é bem mais um concurso de talentos, tem aquele mistério de saber quem está ali e acho que essas inovações são porreiras que é para a televisão não ficar sempre agarrada aos mesmos formatos. É uma das criticas que às vezes se ouve, “ai é sempre as mesmas coisas”.

Contou a alguém que era o Caracol?

Não, só em casa. Tive vários amigos a meterem-se comigo, mas eu nunca confirmei. Disse que eles estavam malucos.

O que foi mais difícil?

Confesso que depois de cada interpretação dentro da máscara, o mais complicado era o calor e controlar a respiração. Não era nada de insuportável. Era uma estrutura complicada e difícil de manobrar. Não tinha braços, a motivação que eu tinha era a possível, não me podia mexer muito.

Foi o Eduardo que escolheu?

Não, disseram-me qual era a máscara que tinha sido escolhida para mim e eu não vi porque não fazer um belo caracol (risos).

Aceitou de imediato?

Sim, porque eu já tinha reparado várias vezes no programa e tudo mais. Mas por vários motivos não tinha tempo ou não podia mesmo fazer. Agora surgiu a oportunidade e fui.

Surgiu a oportunidade porque terminou o contrato de exclusividade com a TVI?

Tive três anos de contrato com a TVI, que acabou no fim do ano [N.R.: 2023], por mútuo acordo. Também queria fazer outras coisas…

Leia a entrevista completa a Eduardo Madeira na TV 7 Dias em banca

TV 7 DIAS

Texto: Ana Lúcia Sousa (ana.lucia.sousa@worldimpalanet.com)
Fotos: redes sociais
PUB