Eis todo o elenco: RTP1 estreia “Pôr do Sol”, uma mininovela que é uma sátira às novelas

“Pôr do Sol” vai satirizar – não gozar – com as novelas portuguesas e promete, por isso, arrancar muitas gargalhadas do público. A mininovela da RTP1 estreia-se às 21 horas de 16 de agosto.

31 Jul 2021 | 8:11
-A +A

“Pôr do Sol” é a nova aposta da RTP1 e estreia-se já às 21 horas de 16 de agosto. Trata-se de uma mininovela que pretende ser nada mais, nada menos do que uma sátira às novelas. Mas atenção: tal como foi ressalvado na apresentação à imprensa, esta quinta-feira, o objetivo não é gozar com aquele género de ficção. Antes brincar.

Resultante de uma ideia de Henrique Dias, Manuel Pureza e Rui Melo, “Pôr do Sol” é dirigida pelo segundo. Numa nota de intenções, o realizador explica que “a novela é um terreno francamente fértil para uma sátira que jogue com todos os seus pressupostos de narrativa e de estética”, sendo “precisamente nessa lógica que surge ‘Pôr do Sol’.”

“Aqui, vamos explorar o lado do exagero, do cliché levado ao extremo, sem nunca perder o código da novela, ou seja, haverá sempre, em qualquer dos cenários de ‘Pôr do Sol’, a forte hipótese de ser só uma novela e para isso contamos com alguns ingredientes que não podem faltar: uma família rica com terras e cavalos, uma gémea boa e uma gémea má, uma família popular, uma banda jovem e ainda uma revista de moda”, prossegue Manuel Pureza.

O realizador da nova aposta da ficção da RTP1 acrescenta ainda que, para interpretar todos os clichês que tanto caracterizam as novelas, foram convocados “atores reconhecidos” precisamente deste género de ficção. É o caso de Carla Andrino, Diogo Amaral, João Baptista, Madalena Almeida e Manuel Cavaco. Já “em termos estéticos, apresentamos um projeto equiparável às melhores e mais modernas produções do género.”

Se uma novela pede drama, ‘Pôr do Sol’ oferece o dobro. Se a novela pede paixão, ‘Pôr do Sol’ oferece o triplo. Se a novela pede intriga, traição, perseguições, tiroteios, riso, lágrimas, sonhos e vitórias, ‘Pôr do Sol’ oferece tudo isso em quadruplo, carregado de sentimento e intensidade”, remata Manuel Pureza.

 

A história de “Pôr do Sol”, a mininovela que a RTP1 estreia a 16 de agosto:

 

Matilde Bourbon de Linhaça vive na ilusão de encontrar um amor para a vida toda. Filha da lezíria, menina que cresceu a ver os cavalos do seu pai Eduardo serem campeões, é em Lourenço, seu amigo de infância e filho de António, o empregado que a viu nascer, que Matilde encontra o amor. Juntos vão viver um amor impossível na Herdade do Pôr do Sol.

Mas nem tudo são rosas e um velho segredo pode deitar tudo a perder. Matilde desconhece que sua mãe, Madalena , se envolveu no passado com António e que, algures perdida, há uma irmã gémea, que carrega o legado da sua família, do seu sangue.

A sua gémea é Filipa Martins, uma empresária sem escrúpulos, gestora de uma das mais conceituadas revistas de moda, a revista BLAZE, onde trabalham Raúl Pimenta, fotógrafo de dia, mas hacker a partir das sete da tarde, e Carla Pinto, mulher de pouca sorte, mas rica em generosidade, sonhos e receitas de bolo mármore. Filipa irá juntar-se a Simão Bourbon de Linhaça, o tio calculista, oportunista e ex-cientista que tem um plano para arrasar a vida do seu irmão Eduardo. O chão arde por onde anda esta dupla.

Paixão, intriga, traição, risos, lágrimas, sonhos e vitórias… falta alguma coisa? “Pôr do Sol” é ver para crer!

 

Os atores e as personagens de “Pôr do Sol”:

 

A família Bourbon de Linhaça (Os Ricos)

Eduardo Bourbon de Linhaça – Marco Delgado

Filho de boas famílias, é dono da Herdade do Pôr do Sol, herança do seu pai, que lhe deixou toda a fortuna. Casado com Madalena, tem uma filha, Matilde, que tenta proteger de todos os males possíveis.

Madalena Bourbon de Linhaça – Sofia Sá da Bandeira

Esposa de Eduardo, viveu sempre envolta nas mais faustosas regalias e confortos. Gosta de pintar para se distrair da falta que lhe faz o amor e o carinho do seu marido. Esta situação levou a uma traição no passado com António, o caseiro, que para sempre mudou a sua vida.

Matilde Bourbon de Linhaça – Gabriela Barros

Nasceu no campo, mas do lado dos privilegiados. Filha dos senhores da Herdade do Pôr do Sol, a sua inocência e bondade fazem de si uma flor delicada e simples, sincera e feliz. O amor que nutre por Lourenço, o filho do caseiro, é um amor proibido, ameaçado pelo segredo do passado de sua mãe.

Simão Bourbon de Linhaça – Rui Melo

Irmão de Eduardo, viu-se desde sempre afastado de qualquer plano de futuro por parte dos seus pais. É a ovelha negra da família e viu a sua felicidade sempre relegada para segundo plano e isso toldou o seu carácter com as sombras negras da maldade. Vingativo e calculista, não irá parar até que aquilo que lhe é devido esteja nas suas mãos, ou seja, tudo.

 

Os empregados da família (Os Pobres)

António Paulino – Manuel Cavaco

Caseiro da Herdade do Pôr do Sol, já serve na família há muitos anos. Conhece as terras e os animais como as suas mãos, mas no passado cometeu o erro de se envolver com Madalena. A diferença de idades e de estrato social ameaçaram a relação de amor proibido, mas da qual resultou o nascimento de duas gémeas. Forçado a pensar no equilíbrio e na sua integridade, António força a que as meninas sejam separadas e que tal facto permaneça enterrado no passado.

Lourenço Paulino – Diogo Amaral

Filho de António, é uma espécie de faz-tudo da Herdade do Pôr do Sol. Aprendeu a trabalhar com o seu pai, apesar da sua cabeça e coração estarem longe do trabalho na terra. A música é o seu sonho e Matilde é o seu amor. O seu pai não aprova nenhum dos dois e Lourenço vive aprisionado no corpo de um empregado de quinta, suado e tolhido pela angústia. Será destas fraquezas que Lourenço fará as suas forças, o amor é mais forte do que tudo. É vocalista dos Jesus Quisto.

Maria da Piedade – Noémia Costa

Governanta da Herdade do Pôr do Sol, conheceu e trabalhou para várias gerações da família Bourbon de Linhaça. Há uns anos atrás sofreu um ataque que a marcou para sempre. Engravidou e, sozinha, teve de tomar decisões cruéis. Secretamente ama António, mas adivinha que o caminho é sinuoso, tal como o seu passado e que não haverá nunca futuro enquanto as amarras e os grilhões do que passou não forem soltos ou cortados.

 

A revista BLAZE (A Moda)

Filipa Martins – Gabriela Barros

Gémea de Matilde Bourbon de Linhaça, foi criada num orfanato e ao aperceber-se que foi abandonada, deixou crescer em si a pessoa vingativa e manipuladora que é hoje. Filipa não conhece o seu passado, mas sabe bem o que quer para o futuro: tudo o que não teve em criança, tudo o que ficou para trás nas mãos da sua irmã que, apesar de não conhecer, já odeia de morte. É gerente da revista BLAZE.

Cristina Chrysler – Sofia Aparício

Tudo o que conseguiu foi por seu próprio mérito. Astuta, perspicaz e excelente estratega, Cristina é uma administradora destemida capaz de fazer qualquer coisa para que a sua publicação, a revista BLAZE, atinja números astronómicos. Perante a ameaça de um empresário que se atravessa no seu caminho, Cristina vai sentir-se envolvida num misto de emoções. Dividida entre o sexo excelente e a violência de uma venda da revista sem qualquer lucro para as suas aspirações, Cristina vive o maior desafio da sua vida: ser feliz.

Carla Pinto – Susana Blazer

É uma assistente estupenda, super capaz e eficaz, com um intelecto acima da média, apesar de não ter grandes oportunidades de o demonstrar. Trabalha diretamente com Filipa e isso é um inferno quer emocional, quer físico. Instável emocionalmente, nervosa e ansiosa, Carla é uma mulher que vive num constante receio de ser despedida, humilhada e, inclusive, de ser maltratada fisicamente por todos. Sente-se constantemente ostracizada, apesar de impedir que isso afete os seus sonhos mais profundos: encontrar alguém que a ame e que aceite a sua condição de mãe solteira.

Raúl Pimenta – Rodrigo Saraiva

Hacker, sobredotado, perspicaz e astuto, é um dos maiores valores da revista BLAZE e um dos homens mais próximos de Filipa. Para ele, cada problema é uma missão e cada missão um desafio e cada desafio um código HTML. Filho da Madragoa, descobre tarde que foi abandonado pela sua verdadeira mãe por ter nascido “sobredotado” ao nível do pénis. Raúl nasceu com dois pénis e isso fez toda a diferença em várias alturas da sua vida, mas agora, mais do que nunca, os seus dois pénis falarão mais alto e obrigarão Raúl a optar entre o confronto com a realidade ou uma vida na mentira.

 

A Banda (Jesus Quisto)

Diogo – Cristóvão Campos

Guitarrista autodidata, começou desde pequeno a ouvir os álbuns e as composições mais alternativas. Os seus ídolos estão quase todos mortos, mas a música deles vive para sempre. Diogo quer ser conhecido como o guitarrista imparável da banda Jesus Quisto. Tem um carácter submisso e vive na tentação de experimentar sempre mais. Tem um vício que o fará procurar ajuda. A banda é a sua casa, a sua música e o seu refúgio.

Jimmy – André Pardal

Sempre perdido em pensamentos, é um pacifista convicto, que só quer a paz e a harmonia e o fim da exploração animal. Ativista vegan, raramente levanta a voz, à exceção de injustiças contra os animais ou até mesmo contra as plantas. Sabe que o mundo pode ser um sítio melhor e sente que a sua bateria pode ser o veículo para ondas de amor e de paz. A banda é tudo para ele e o tofu é a solução para vários problemas. Não desiste de nenhum amigo e não deixa que ninguém fique sem ajuda. Um dia serão muitos mais do que apenas ele, mas até lá, Jimmy quer mostrar que a paz não está só nos gestos, mas também nos pensamentos.

Vera – Madalena Almeida

Baixista, preocupada com o lado visual da banda, concentrada em atrair a atenção de Lourenço, é a energia positiva por trás dos Jesus Quisto. Pelo menos até à triste notícia do abandono de Lourenço e da entrada do novo vocalista. Vera acredita no amor, mas até lá o seu baixo é a sua forma de expressar a sua impaciência e ansiedade. É flexível e apaixonada, ternurenta e direta. Um dia, a sua banda será conhecida no mundo inteiro, e, nesse dia, ela poderá ter a pessoa que ama.

 

Madragoa (Os Populares e Divertidos)

Ivone Pimenta – Carla Andrino

É a mulher mais famosa da Madragoa. Para ela a vida é trabalho e trabalhar é viver. Não descansou um único dia da sua vida, nem mesmo quando lhe apareceu à porta uma mulher desesperada com um bebé envolto em panos, com um bilhete a explicar que não tinha capacidade de criar uma criança duplamente dotada. Ivone criou Raúl como seu e deu-lhe mais amor que qualquer mãe. Atenta, ternurenta ao seu jeito, tem tanto de bruta como de maternal. Ama Tó Mané sem limites, mas passa por várias dificuldades sempre que tem de fintar os esquemas do namorado.

Tó Mané – António Melo

Nasceu e cresceu na Madragoa e é lá que haverá de morrer. No bairro todos o conhecem. Trata por tu as esquinas malafamadas e tem na garganta o rouxinol perdido do velho fadista de outros tempos. Sente como ninguém, mas acima de tudo ama Ivone, como um cavaleiro ama a sua donzela. Está sempre a dizer “Felt!” para evitar dizer coisas piores e acha que isso lhe dá uma grande pinta.

Nando – João Baptista

Nascido e criado na Madragoa, conhece as ruas de cor. Autointitula-se “jovem empreendedor” e tem a seu cargo um tuk tuk onde passeia os turistas, sobretudo as estrangeiras, a quem faz a corte com mestria e saber. Morre por uma geladinha e tem sempre grandes esquemas para enriquecer rápido e sem hesitações. Um dos esquemas vale-lhe uma prisão domiciliária que o atira para uma área restrita de ação, mas não é por isso que Nando deixa de ser o tipo simpático e espertalhão que vive dedicado à ação e às mulheres bonitas. É grande amigo de Raúl e de Tó Mané.

Além destes, que compõem o elenco fixo, participam ainda em “Pôr do Sol” nomes como Bárbara Branco, Débora Monteiro, Jorge Mourato, José Carlos Pereira, José Condessa, Sérgio Praia, Tiago Teotónio Pereira e Vítor d’Andrade, além dos cantores Carolina Deslandes, Diogo Piçarra, Fernando Daniel e Toy.

A produção da mininovela da RTP1 está a cargo da Coyote Vadio.

Percorra a galeria e veja as primeiras imagens de “Pôr do Sol”.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Divulgação RTP

PUB
Top